Crónicas de uma Leitora: História verdadeira e triste de seis homens que procuravam a paz | David McKee | Nuvem de Letras | Opinião

sexta-feira, 18 de março de 2016

História verdadeira e triste de seis homens que procuravam a paz | David McKee | Nuvem de Letras | Opinião


Um livro fundamental para as crianças perceberem o mundo. David McKee, aborda, neste livro, um tema complexo e incontornável para miúdos e graúdos: a guerra. História verdadeira e triste de seis homens que procuravam a paz, é uma obra-prima que expõe com rara beleza e simplicidade o absurdo de uma realidade que acompanha a Humanidade desde que o Homem é Homem.

 Este é o livro que o Rafael mais me pede para eu ler. Desde que o recebi há poucas semanas que quase todos os dias ele vai buscá-lo e diz "mãe lês a história dos seis homens por favor?", não é que ache que ele já consiga entender o seu conteúdo mas esta é a melhor forma de ensinarmos certas coisas aos nossos filhos, através de histórias.

Como explicamos aos pequenos como surge a guerra? Como é explicamos que povos que vivem em paz, "do nada" atacam-se e matam-se? É muito complicado, eles não compreendem o que vêem na televisão, não entendem as conversas onde falamos da forma como a política, os interesses monetários, a ganância, o ódio racial ou o fanatismo religioso fazem com que o mundo exploda de confrontos terríveis com grandes baixas para os mais fragilizados.

História verdadeira e triste de seis homens que procuravam a paz conta como o homem por dinheiro se torna paranóico, como dessa paranóia vem a sede de poder e com isso a destruição do mundo que os rodeia. Termina com uma "pescadinha de rabo na boca" para mostrar o ciclo vicioso da guerra e também da maldade humana. Com três anos (a idade do meu Rafael) conseguem perceber isto? Provavelmente não mas tenho a certeza que muita coisa fica lá dentro, é uma lição. 

Para complementar a história temos desenhos a preto e branco, adoro a ausência de cor, isto não é uma história alegre e colorida, é uma história séria que não deve ser ignorada pela contemplação dos desenhos. Os desenhos chegam a ser rudimentares, sem grandes pormenores e acho-os perfeitos.

Recomendo vivamente este livro. E já que a Páscoa está aí deixo esta dica. Ainda digo mais, como adorámos esta história temos um exemplar para oferecer por isso aguardem.



Este exemplar foi gentilmente cedido pela Nuvem de Letras em troca de uma opinião honesta.

Sem comentários:

Enviar um comentário