Crónicas de uma Leitora: Capricho de Veludo | Loretta Chase | Opinião

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Capricho de Veludo | Loretta Chase | Opinião





Capricho de Veludo
Loretta Chase
Tradução: Patrícia Xavier
Título Original: Vixen in Velvet
Editora: Edições Saída de Emergência
316 páginas










O corpete perfeito deve saber convidar ao seu desapertar… 

O charmoso Simon Fairfax, Marquês de Lisburne, aceitou regressar relutantemente a Londres para cumprir obrigações familiares. Quando conhece a fogosa modista Leonie Noirot, decide arranjar tempo para um jogo de sedução, mas Leonie é quem decididamente não tem tempo para ele. Está obcecada em transformar a insípida prima do Marquês, Lady Gladys, num cisne.
A cidade inteira conhece o talento de Leonie, mas o formoso Marquês está demasiado ocupado a tentar seduzi-la para conseguir apreciar o seu génio. A modista está determinada a ensinar-lhe uma lição, mas não será fácil concentrar-se na tarefa que tem em mãos e corre perigo de desviar-se do bom caminho… Conseguirá escapar às atenções insistentes do Marquês e operar uma transformação milagrosa?

Pela primeira vez depois de terminar a leitura de um livro da série, já foram editados 3, dei pulos de contente porque... Gostei do protagonista, gostei, gostei e gostei.
Não sei se será por ter o nome de Simon, normalmente protagonistas com este nome são bons personagens ou se depois da autora escrever 2 protagonistas meio "nhé", na minha opinião claro, conseguiu criar um maravilhoso.
Porém mais à frente falo um pouco mais dele.

A história deste livro, foi a meu ver um pouco mais fraca que as anteriores, até parece ser um contra senso da minha parte, quando dei 4,5* (mais que nos outros que dei 4*), mas... Também não sei se lhe chame a mais fraca ou a com menos "sumo", mais banal!
Leonie é a última das irmãs que ainda se encontra solteira, e neste momento tem todo o negócio nas suas mãos. Claro que a Marcelline continha a desenhar os vestidos, mas está mais afastada da loja por um determinado motivo, e Sophia encontra-se fora de Londres por causa do que se passou no livro anterior. Por essas razões o negócio fica ao cuidado de Leonie, a irmã mais racional, a irmã das contas, a mesma que se preocupa muito com as empregadas e com o futuro. E é com a responsabilidade de uma loja, que embarca da missão de transformar um patinho feio em cisne, e é no início dessa missão que conhece Simon de um modo muito peculiar, nascendo uma grande atracção entre eles, levando que... Hum! Queriam saber mas... eu não conto! Vão ler!

Simon! Simon e Simon... Que fofinho, que lindinho, que "cutxi, cutxi"! O primeiro homem nesta série, que não é presunçoso, que é inteligente sem ser arrogante, que é amoroso, que sente atracção pela mulher mas não é o seu único foco! Homem de família, que protege e se preocupa com os outros, com quem gosta! Gostei mesmo muito dele! Ah! Já me esquecia, no final há um pequeno pormenor, que ajuda a personagem a ser como é! O que será? Hum!
Leonie, a irmã cérebro mas que no fundo é tão impulsiva como as outras, não fugindo aos genes Noirot que lhe correm no sangue!
Mulher forte mas que no fundo se sente sozinha pois as suas irmãs construíram família, deixando-a sem o apoio que estava habituada, mas não se acovardou e levou em frente a loja, loja essa que era o seu maior sono ou era a único até...

Resumo, mesmo a história sendo um pouco mais "banal" que as dos livros anteriores, mesmo que Leonie seja diferente das irmãs, Simon fez subir a cotação do livro e levou-me a pensar que não me importava de um ter na minha vida, um ponto deveras importante, se me relembrar dos protagonistas anteriores.

Conclusão, comprem o livro e vão ter pela frente umas maravilhosas horas de leitura, vale muito a pena.

Boas Leituras

1 comentário: