Crónicas de uma Leitora: Mangas&Animes | Daytime Shooting Star de Mika Yamamori | Opinião

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Mangas&Animes | Daytime Shooting Star de Mika Yamamori | Opinião

status: Completo
“You’re my daytime shooting star.”
Mais uma série que li como se não houvesse amanhã!! hihi
Esta é uma história muito simples embora siga os padrões habituais do género. Então a rapariga da aldeia é obrigada pelos pais, que tiveram de emigrar, a ir estudar para a grande cidade de Tokyo, algo que não está nada habituada, principalmente as pessoas. Mas Suzume tem que se resolver e habituar-se a ideia.
Então vai viver com o seu tio que vive a trabalha no seu café e que fica super contente por ter a sobrinha com ele, já que ele vive sozinho.
O problema de Suzume é que ela é muito má aluna, estava sempre no terraço da escola a ver o céu e a admira-lo, principalmente a espera de ver uma estrela cadente durante o dia.
Shishio é um recém professor, que toda a gente adora, ele é novo e dá-se bem com todos os alunos. Já para não falar que as raparigas estão sempre a falar dele. Embora ele não goste muito dessa atenção mais amorosa, ele arranja sempre uma maneira de não magoar os sentimentos de ninguém. Um dia encontra Suzume quando ela estava a chegar no comboio a cidade, vendo-a meia perdida e tentando ajudar mas esta foge a correr em parte por não saber de quem se trata. Mas é ele que a salva minutos depois ao encontra-la de novo desmaiada no banco atrás da casa do tio. *ela achava que estava perdida* Acontece que ele afinal é um amigo e cliente habitual do café dele *uuuh* e teve a sorte de a encontrar, porque o tio já andava preocupado com a demora e até lhe pediu ajuda.
Shishio e Suzume tornam-se bons amigo e falam de tudo e mais alguma coisa juntos, ele até a ajuda nos trabalhos de casa e tudo fazendo com que ela evolua um pouco mais nos estudos.
Aparte disto, Suzume não tem muitos amigos na escola, até porque todos a acham muito diferente, com uma atitude diferente e não é muito feminina. Até Daiki que é o seu colega de carteira a trata mal, ou ela pensa isso. Na verdade Daiki tem é um certo receio de raparigas *eu achei estranho* mas é a verdade ele não gosta que elas lhe toquem, que falem para ele, enfim….quer é distância *e cof cof não vou dizer porquê* Mas para guardar o seu segredo Suzume pede-lhe algo em troca, algo que ele não sabe se quer… serem amigos. Whaaa Daiki a ser amigo de uma rapariga? Toda a gente sabe que ele não quer nada com elas, por escolha própria. Mas que remédio tem ele.
Obviamente que vai ser uma bela amizade não haja dúvida! *hiih*
Quem não vê com bons olhos a amizade é Yuyuka, a rapariga super fofinha e querida da turma que toda a gente adora, mas que Daiki não liga nenhuma, e ela não sabe porquê. Que fica toda chateada por ele ligar a uma rapariga daquelas, o que tem Suzume de especial?
Sim na verdade ela gosta dele, mas não há avanços nenhuns desde nunca, porque ele não deixa. Ao ver que aquela rapariga conseguiu falar com ele é simplesmente de admirar e por isso executa um plano, que a inocente da rapariga mal sabe.
Mas Suzume tem um bom coração, coisa que esta não esperava. Então apesar de tudo ficam amigas e muito boas amigas.
Suzume enfrenta então um problema, claro que ela não gosta de Daiki no aspecto que Yuyuka pensava *alivio para ela* na verdade ela gosta é do sensei, sim do Shishio! *drama* Yuyuka não esperava tal confissão e ajuda-a a explorar estes novos sentimentos que ela tem. Mas não pode haver relações entre alunos e professores, haveria mais problemas para ela que para ela.
Eu gostei da evolução do romance que desperta em Suzume, e como ela lida com eles, embora ela seja inexperiente no assunto, a maneira como o resolveu no entanto teve atitudes que sei lá não posso concordar, mas as tantas é porque já sou da idade do sensei *lol*

E a arte!! Omg a arte é tão lindaaa, suave e muito perfeita!! Adorei principalmente os traços masculinos, o Shishio principalmente *cof cof* porque ele tem dois estilos mas no entanto não perde a sua personalidade! O que é bom!
E um ponto a favor as colegas de turma de Suzume que eram completamente diferentes
hihi um gif de spoiler alert!!
De certa forma eu percebi o que Yamamori queria com esta história, embora eu não concorde com o final, a história não é tão fictícia e é mais uma pequenina realidade com as escolhas que se tem de fazer, e é fácil relacionar com o dia-a-dia em certas circunstancias. É uma grande história que merece ser lida apesar dos meus receios vou ter de a recomendar! *hihi* A ter em mente que .. ” A vida nem sempre é como queremos*
Agora sobre o final… eu percebo-o mas não gosto dele! Pode ser certo?
É que realmente devido a uma série de eventos eu esperava outra coisa, ainda espero, sei lá um extra algo, porque ele foi um pouco inconclusivo, eu achei.
E depois o que acontece as outras pessoas para além do Daiki? hum? eu preciso de saber. Geez Já alguém leu?  *.*
.1   2
Um post original do blog RaquelCollin



Sem comentários:

Enviar um comentário