Crónicas de uma Leitora: Apresentação | A Hora Solene | Nuno Nepomuceno | Topbooks

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Apresentação | A Hora Solene | Nuno Nepomuceno | Topbooks


Depois de um maravilhoso almoço em excelente companhia, desloquei-me para o Centro Comercial Colombo, neste feriado dia 8 de Dezembro de 2015, sem medo de enfrentar um shopping cheio de adeptos de futebol, da loucura das compras de Natal, porque pelas 18:30, na Fnac, seria apresentado oficialmente o último livro da Trilogia Freelancer, A Hora Solene da autoria de Nuno Nepomuceno, apresentação esta que não podia perder.

Pouco depois das 18h quando entrei na Fnac, já o local da apresentação se encontrava composto e cheio de entusiasmo.
Quero aqui agradecer ao Nuno Nepomuceno a simpatia que demonstrou quando o cumprimentei, assim como se ter lembrado de quem eu era, quando só tivemos contacto pessoalmente na Feira do Livro de Lisboa de 2015, o que demonstrou o carinho e a atenção que tem para os seus leitores. Admito que esta leitora ainda não leu nenhum dos livros (ainda), mas como referi na Feira do Livro, gostaria de os ter todos para não ficar a "roer unhas" ou como foi dito pela Vera Brandão depois de ler o segundo livro, passo a transcrever... "Eu sofri um bocado, devo confessar porque ali aquele final do segundo e a espera para ler finalmente o terceiro.", pode ser complicado e eu não quis sofrer mas prometo que agora serão todos lidos.

O livro A Hora Solene foi apresentado não só pelo editor da TopBooks Fernando Gabriel Silva, como também por duas blogger, a Vera Brandão do blog A Menina dos Policiais, assim como pela Sofia Teixeira do blog BranMorrighan e pelo autor Nuno Nepomuceno.

Eu fiz um pequeno vídeo, não tem todas intervenções porém tem o mais importante o autor a apresentar o seu livro, espero que gostem.


Da direita para a esquerda: Vera Brandão do blog A Menina dos Policiais, Nuno Nepomuceno, Sofia Teixeira do blog BranMorrighan e Fernando Gabriel Silva editor da TopBooks.

Nota: Não está a apresentação da Sofia Teixeira por uma questão de imagem e autorização, à Vera Brandão poderia perguntar e pedir a autorização para a utilização das suas palavras no vídeo. Queria mesmo salvaguardar o por quê da não inclusão.

Para terminar, quero dizer ao Nuno Nepomuceno que não pare de escrever, ele prometeu que sim, que não parava, que continue a ser tão simpático para connosco simples leitoras e que daqui a um ano ou quem sabe antes, na Feira do Livro de Lisboa 2016, estejamos todos juntos para o primeiro livro da nova trilogia, sempre no mundo dos policiais mas com romance... Espero.

Sucesso não só para esta trilogia mas para as próximas.

Sem comentários:

Enviar um comentário