Crónicas de uma Leitora: Ladybirds #1; #2; #3 | Jenny McLachlan | Booksmile | Opinião

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Ladybirds #1; #2; #3 | Jenny McLachlan | Booksmile | Opinião

clique nas imagens para aceder às sinopses
Só tomei conhecimento destes livros quando saiu o terceiro (Amor de Verão) e fiquei logo com a pulga atrás da orelha porque adoro este género de livros juvenis. Apesar de ter alguns dramas próprios da adolescência são livros leves que se lêem em poucas horas (li cada um deles em cerca de 2 horas ao serão). Fui soltando inúmeras gargalhadas em cada um deles com os disparates que as protagonistas diziam, faziam ou pensavam e revi nas três a minha adolescente (que tem 15 anos tal como as ladybirds). A escrita da autora apesar da sua simplicidade é cativante e leva a uma leitura compulsiva.

Mas vamos falar de cada livro individualmente. Em Ao Ritmo do Amor vamos conhecer as 4 meninas que compõe o grupo Ladybirds e ficamos a saber que apesar de terem sido muito unidas na infância acabaram por seguir caminhos diferentes muito pelas brigas infantis que tiveram como pelas personalidades que foram desenvolvendo. Bea é a protagonista deste livro, tem uma irmãzinha mais nova adorável e muito engraçada, uma mãe dedicada, um pai ausente por motivos de trabalho e uma avó louca mas divertida, infelizmente a Bea sofre de bullying por parte de uma "ex"-ladybird e como tem algum peso "extra" acaba por ser posta de parte até pela amiga com quem sempre anda. É nessa altura que a avó a leva para ter aulas de jive e é surpreendida quando percebe que o seu parceiro é um dos rapazes mais giros da escola. A partir daqui vão suceder-se várias peripécias em que temos vários dramas juvenis mas nenhum demasiado grave. Bea vai ter de aprender a aceitar-se e a amar-se.

As aventuras das jovens voltam em grande no livro O Amor é mesmo assim? com a excêntrica Betty Plum a ver a sua vida dar uma volta enorme. Betty é orfã de mãe pelo que em casa é só ela e o pai que não voltou a casar, por isso quando o pai aparece com uma namorada nova a reação da adolescente não é a melhor principalmente porque ela própria conhece um rapaz pela qual fica caídinha. Vamos conhecer também Bill o melhor amigo de Betty e vemos uma dinâmica diferente entre as raparigas. Adorei este núcleo e a forma como a jovem vai amadurecendo e como as cartas da mãe acabam por ajudá-la a superar e a perceber várias coisas à sua volta.

No terceiro livro o caso complica-se, em Amor de Verão temos Kat a viajar para a Suécia depois de fazer o milionésimo disparate e apesar de achar que o castigo é passar um mês com a tia Frida num país estranho percebe que afinal é ainda pior quando a tia a leva para uma ilha isolada, sem internet e (quase) sem rede telefónica. Gostei imenso deste livro, mostrou quão agarrados estamos (e os mais novos ainda mais) aos telemóveis e redes sociais mas também a força que pode ter a amizade. O ponto alto foi a chegada de Pearl e a forma como ela ajudou Kat.

Apesar de aparentemente simples esta série traz-nos problemas que os adolescentes enfrentam diariamente, desde o bullying, à presença de uma nova figura parental, o despertar de novas emoções principalmente o primeiro amor. Confesso que estou desejosa de ver publicado o 4.º livro que nos conta a história da arisca Pearl.

Estes são os livros que todas as miúdas devem ler, recomendo a partir dos 12 anos como de resto também é o indicado no site da Booksmile. Só sei que adorei e de certeza que muitas adolescentes se reverão nestas histórias. São vibrantes, apaixonantes e absolutamente deliciosas.



Exemplares gentilmente oferecidos para opinião honesta

Sem comentários:

Enviar um comentário