Crónicas de uma Leitora: Sedução Irresistível, de Elizabeth Hoyt [Opinião]

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Sedução Irresistível, de Elizabeth Hoyt [Opinião]


Sinopse:

O solitário Sir Alistair Munroe tem estado escondido no seu castelo desde o regresso das Colónias, com cicatrizes interiores e exteriores. Porém, quando una misteriosa beldade se apresenta à sua porta, a paixão que manteve controlada durante anos começa a ganhar vida. Para fugir a erros passados, a lendária beldade Helen Fitzwilliam afastou-se do luxo da sociedade e vai para um castelo escocês semiabandonado... onde aceita o cargo de governanta. Contudo, Helen está decidida a começar uma nova vida e não permitirá que nem o pó nem um homem ríspido com cicatrizes a afugentem. Sob o belo exterior de Helen, Alistair descobre uma mulher cheia de coragem e sensualidade. Uma mulher que não recua diante do seu mau génio ou das suas cicatrizes. Porém, quando começava a acreditar na existência do amor verdadeiro, o passado secreto de Helen ameaça separá-los. Agora a bela e o monstro devem lutar pela única coisa que não julgavam possível encontrar: um final feliz.






 
Sedução Irresistível é o terceiro livro d'A Lenda dos Quatro Soldados e o melhor até agora, cada livro tem-se mostrado melhor que o anterior e Elizabeth Hoyt entrou para o meu Top 5 do género. É simplesmente espectacular, arrebatador, divertido e romântico além de extremamente sensual.

O inicio de cada capítulo tem, tal como nos livros anteriores, parte de um conto (do livro que tem passado de mão em mão pelas protagonistas da série) aqui encontramos a de Truth Teller que se vai encaixando fabulosamente na história. 

A autora recontou de forma exímia a famosa história da Bela e o Monstro. Por um lado temos  Helen Fitzwilliam, mulher de uma beleza estonteante e amante de um duque que a trata mais como se fosse uma posse do que uma pessoa, decide fugir ajudada pela Viscondesa de Vale e levar os seus filhos para a Escócia. É desta forma que entra na vida do sombrio e marcado Sir Alaistair Munroe, invadindo-lhe o castelo e tomando conta da sua manutenção. Dotada de uma determinação exemplar ela consegue aos poucos levar o inflexível dono do castelo a fazer pequenas concessões.

A vida de Sir Alastair nunca mais será a mesma, depois da chegada repentina de uma mulher e duas crianças de 5 e 9 anos que lhe tomam conta do castelo e mais tarde do coração, este homem com profundas marcas físicas e psicológicas depois do ataque ao regimento com quem seguia em Spinner's Falls, o pior é que nem sequer era soldado mas um investigador a explorar flora e fauna da região. Regressado refugia-se no seu castelo de onde sai raramente para não enfrentar os olhares dos outros.

O inicio da relação deste casal chega a ser hilariante, é um mais teimoso que o outro, fazem verdadeiros braços de ferro e aos poucos vão-se aproximando e claro apaixonando. As crianças dão um toque muito importante à história e influenciam toda a narrativa. É impossível não nos apaixonarmos pelos dois irmãos. Continuamos a seguir a investigação sobre o ataque de Spinner's Falls e confesso estou desejosa de ler o último livro para saber o que realmente se passou.


Com uma escrita para lá de deliciosa e personagens com personalidades fortes, este é um livro absolutamente viciante.Com uma ação rápida e envolvente somos levados para uma época onde os preconceitos podem ditar o rumo de uma vida e o amor pode vencer todos os obstáculos.

A acrescentar apenas um pequeno comentário, apesar da capa do primeiro livro ser lindíssima, gosto muito da forma como a capa do 2.º e do 3.º se ligam e mostram como fazem parte da mesma série, adoro-as e gosto especialmente dos detalhes em relevo deste último.

Sem comentários:

Enviar um comentário