Crónicas de uma Leitora: Princesa Mecânica, de Cassandra Clare [Opinião]

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Princesa Mecânica, de Cassandra Clare [Opinião]

O grande final da empolgante prequela da série Caçadores de Sombras. 
O perigo, a traição, os segredos, os feitiços, o amor e a morte entrelaçam-se quando os Caçadores de Sombras quase se autodestroem neste final de cortar a respiração da trilogia As Origens.

 
Sinopse
Último livro da sequela de sucesso da série Caçadores de Sombras, que nos mostra as suas Origens. Tessa Gray devia estar contente, como todas as noivas! Mas, enquanto se prepara para o casamento, uma rede de sombras envolve os Caçadores de Sombras do Instituto de Londres. Surge um novo demónio, ligado pelo sangue e secretismo a Mortmain, o homem que tenciona usar um exército de impiedosos autómatos, os Instrumentos Infernais, para destruir os Caçadores de Sombras. O perigo, a traição, os segredos, os feitiços, o amor e a morte entrelaçam-se quando os Caçadores de Sombras quase se autodestroem na conclusão de cortar a respiração da trilogia de os Caçadores de Sombras, as Origens.



Cassandra Clare era uma das minhas autoras preferidas mas chegou ao topo é mesmo A preferida e subiu na minha consideração ao patamar de génio literário. Nunca o final de um livro mexeu tanto comigo, foi verdadeiramente um turbilhão de sentimentos ao ponto de as lagrimas correrem-me pela cara com a emoção. O epílogo é algo de transcendente. Mas comecemos pelo inicio.

Este é o final há muito aguardado desta maravilhosa trilogia e despedi-me com destas personagens com tristeza pois fiquei totalmente rendida aos acontecimentos. Este último livro é recheado de acontecimentos surpreendentes, voltas e reviravoltas impressionantes. Combates violentos, cheios de ação,declarações de amor de aquecer o coração, eventos de tristeza desmedida. É dificil colocar em palavras todas as emoções que sentimos ao ler este livro. Como escolher entre Will e Jem? Dois amigos que se amam como irmãos e que amam a mesma rapariga que por seu lado os ama com a mesma medida? Como se escolhe metade da felicidade? Como se pode desejar que as duas pessoas que mais se ama não sejam felizes? Não se consegue fazer essa escolha nem desejar tais coisas.

Ficamos finalmente a saber o que Tessa é realmente e como isso influencia toda a história, para que Mortmain a criou e como isso ajuda à sua vingança, como foi criado o anjo mecânico que a jovem trás ao pescoço (e esta foi uma grande revelação). O vilão consegue raptar a jovem da porta do Instituto para esta servir os seus propósitos.

Will mostra a sua bondade e fragilidade, o desespero como tenta ajudar o seu parabatai a desilusão e dor ao ver os seus esforços gorados. Jem é igual a si próprio nunca se exaltando, sendo racional e ao mesmo tempo completamente apaixonado. 

Entre chantagens e traições, Charlotte é levada a tomar decisões que colocam em causa a sua posição dentro do Instituto. Cecily, irmã de Will é uma personagem muito engraçada e interessante e do alto dos seus 15 anos mostra uma maturidade invulgar. Gostei bastante dela. Houve vários finais felizes bastante previsiveis ao longo do livro e adorei cada um deles.

Toda esta história está construida de forma soberba o final concebido para Will, Tessa e Jem foi um toque de mestre. Foi com certeza o melhor final que já li num livro/trilogia/série. A autora consegue agarrar-nos de uma forma quase violenta. A leitura é completamente compulsiva, é impossível largar as páginas e vemos as cenas a desfilarem à nossa frente. É avassalador a maneira como os sentimentos brotam do nosso peito ao ler o epílogo, julgo que nunca conseguirei exprimir por palavras a tristeza que se abateu sobre mim quando fechei o livro e dei a leitura por terminada por é uma das melhores trilogias que li. Quem quer ler este livro não espere mais, leiam não se irão arrepender, não deixem o livro ganhar pó na estante. Faltando pouco mais de um mês para o ano terminar julgo não errar ao dizer que este foi o melhor livro que li este ano mas se errar não sairá do meu top 3. Aconselhadíssimo.

Sem comentários:

Enviar um comentário