Crónicas de uma Leitora: Estarás Sempre Comigo, de Anna McPartlin, [Opinião]

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Estarás Sempre Comigo, de Anna McPartlin, [Opinião]



Para mais informações acerca deste livro clique AQUI


Sinopse:

Emma tem vinte e seis anos - bonita, inteligente, feliz e vive com o namorado de infância, John, num agradável apartamento em Dublin. O seu maior problema é a mãe não parar de insistir para que se casem já. Emma e John sentem-se o casal perfeito, com um futuro cheio de possibilidades. Mas, de repente, John morre num terrível acidente, e Emma mergulha no desespero. Amava-o mais do que à própria vida - e agora a morte tirou-lho. À medida que emerge da dor, Emma tem de encontrar uma nova forma de viver, e os amigos leais unem-se para tentar ajudar. Clodagh, amiga de sempre de Emma, com quem ela partilhou tudo, desde bolos de lama a namoros desastrosos. Anne e Richard, mais ou menos bem casados e a debaterem uma mudança para o campo. O irmão de Emma, Noel, o jovem padre católico que vê a sua própria fé testada enquanto tenta confortar Emma. Seán, o belo mau rapaz das mil e uma namoradas, desconfortavelmente ciente da sua crescente ligação a Emma. De forma espirituosa, mordaz e, às vezes simplesmente chocante, Emma documenta as histórias dos amigos e a sua própria recuperação da dor com uma franqueza que envolve o leitor desde a primeira página.




Desde o lançamento do presente livro, li muitas opiniões que este livro seria demasiado parecido com o PS – I Love You. Livro que já li e apreciei mas acabava por não fazer sentido nenhum, ler outro livro igual/parecido/semelhante. Entretanto como 90% do pessoal que me conhece através do facebook já sabe, aderi às novas tecnologias e este foi o primeiro ebook que li…

LINDO, COMOVENTE, ENTERNECEDOR…

Este é um daqueles livros que (sim sei que me vou repetir), aquece a alma. Daqueles livros em que o ditado «Deus fecha uma porta mas abre uma janela» faz sentido. É um livro maravilhoso de se ler agora no inverno, junto de uma bela caneca de chocolate quente. A escrita de Anna McPertlin é extremamente fluida, o enredo é uma surpresa constante e as personagens estão muito bem caraterizadas. As três amigas acabam por se completarem de uma forma que a mim, me fez recordar bastante a minha adolescência; Cláudia, Sandra e Marlene!

Logo no início do livro somos confrontados com a morte de John, companheiro de Emma. A morte ocorre durante uma noite de diversão entre os vários elementos do grupo, acabando por afetar todos de formas diferentes mas trágicas. Emma recolhe-se em sua «concha», anestesiada pela dor de perda do companheiro que julgava ser seu até à velhice. Apenas acordo para a vida com o aparecimento de uma pequena, preta e felpuda personagem sob a forma de um gatinho preto.

Tenho paixão por gatos pretos, a minha primeira gata era toda preta e fez-me melhor que muitos «amigos» que conheci ao longo da vida, logo, durante a narrativa tenho apenas pena desta personagem não ter um papel um pouco mais ativo. Aos poucos Emma acaba por reaprender a viver sem o companheiro mas sempre com a presença dos amigos que em tudo a apoiam, em especial Seán, melhor amigo de John, o bom vivant que sempre teve um fraquinho por Emma.

Gostei muito também das estórias que envolvem Clodagh e a sua incessante procura pelo companheiro ideal, Anne e Richard aparentemente tão perfeitos um para o outro e no entanto, às portas fechadas, escondendo segredos ao pontop da ruptura e, por último; Noel, irmão de Emma e padre de profissão que acaba por protagonizar um dos enredos mais comoventes ao longo do livro.

Um livro maravilhoso, ótima prenda para um Natal que se aproxima, sob a forma de papel ou ebook!

Sem comentários:

Enviar um comentário