Crónicas de uma Leitora: "Alguém para Amar" de Jude Deveraux - opinião

segunda-feira, 8 de julho de 2013

"Alguém para Amar" de Jude Deveraux - opinião

Para mais informações sobre Alguém Para Amar, clique aqui

Sinopse

Jace Montgomery é um homem só. Passaram-se três anos, mas não conseguiu ainda ultrapassar o misterioso suicídio da sua noiva Stacy. Não voltou a interessar-se por outra mulher desde então e a família continua a culpá-lo pela sua morte. Ao folhear um dos antigos romances de Stacy, Jace descobre uma fotografia de uma casa com uma mensagem codificada. «Nossa, mais uma vez. Juntos para sempre. Até lá». O bilhete datava do dia anterior à morte dela. Obcecado pela necessidade de entender o suicídio de Stacy, Jace procura a propriedade - Priory House, uma enorme fortaleza de tijolo em Margate, Inglaterra - e compra-a.
Jace parte para Inglaterra determinado em descobrir finalmente a verdade. Não demora a perceber que a casa está assombrada por um obstinado fantasma, Ann Stuart, com quem se vê obrigado a lidar para resolver o mistério. Ann morreu em circunstâncias idênticas às da sua falecida noiva e ele tem um palpite de que existe uma relação entre ambas. Através das suas investigações e com a ajuda de uma bela jornalista, Jace vê-se forçado a estabelecer a conciliação entre a vida e a morte da noiva.


Opinião de Carla Geraldes

Mais uma vez esta autora é uma estreia para mim (isto começa a tornar-se repetitivo, eu sei, mas a verdade é que é bom abrir horizontes a vários autores). Já tinha ouvido falar muito dela, e sempre muito bem. Parti do principio que seria mais uma romancista e tive esperança que não fosse demasiado dramática. Li a sinopse deste livro e achei que seria o ideal para começar. E não me arrependi.

Jace, no espaço de 3 dias, deixou de ser um homem feliz que ansiava pelo casamento para passar a ser ostracizado pela familia da falecida noiva. Inseparáveis desde que se tinham conhecido, Jace e Stacy tinham tudo para ser feliz, até ao dia em que, nas vésperas do casamento, Stacy se resolve suicidar.

Uma fotografia com uma missiva, que Jace encontra 3 anos mais tarde num livro da falecida noiva, leva-o a comprar a mansão que está na imagem, na esperança de descobrir a razão do suicidio de Stacy.

Lá ele irá encontra Ann, uma fantasma com uma missão, que lhe aparece por mais do que uma vez. Com um temperamento forte, Jace descobre que também Ann se tinha suicidado.

Nigh, uma jornalista, aparece na vida e na mansão de Jace com o intuito de o ajudar a descobrir o mistério que ele tanto quer desvendar.

Juntos irão encetar uma investigação que os vai levar à juventude de Stacy e aos segredos que ela sempre escondeu de Jace. Descobrem que o suicidio dela foi afinal um homicidio levado a cabo por vingança de actos do passado e do presente.

Acabam por descobrir que nem tudo o que é parece é e que há pessoas que escondem segredos terríveis.

Gostei principalmente dos dois personagens prinicipais. Jace, mesmo com a tristeza que paira sobre ele desde a morte da noiva, é um homem super bem disposto, sempre com uma piada pronta a ser desfiada. Empreendedor e dinâmico, dá vontade de o conhecer pessoalmente.
Nigh, como repórter, também ela é activa, bem disposta curisosa dá a sensação de ser aquela pessoa que gostariamos de ter como amiga.

Escrito com a dose certa de humor, mistério e alguma fantasia, faz com que a leitura se torne muito leve e no entanto cativante da primeira à última página.

Sem comentários:

Enviar um comentário