Crónicas de uma Leitora: [Cinema-Opinião]: Cornos

terça-feira, 11 de novembro de 2014

[Cinema-Opinião]: Cornos




Mais uma adaptação cinematográfica vista e desta vez bem diferente daquilo que estou habituada. Não é de todo o meu género de filme mas numa altura em que parece tudo mais do mesmo, "Cornos" foi uma lugada de ar fresco. É original, exagerado com um humor bastante negro, gráfico e fantasioso. 

Para quem já leu Joe Hill (mesmo que não tenha sido o livro que dá origem a este filme) vai decerto notar a essência do autor no filme. Eu notei pelo leque de personagens que nos é apresentado e pela crítica que é feita à sociedade de hoje em dia, nomeadamente ao sensacionalismo feito pelos orgãos de comunicação social. 

Daniel Radcliffe que será sempre o nosso Harry Potter tem aqui uma grande interpretação, talvez a mais brilhante de toda a sua carreira, incluindo todos os filmes do Harry Potter. Ainda tem um pouco ar de adolescente talvez pela sua estatura e ainda pela carinha laroca que apresenta, mas em termos de interpretação não há nada a apontar. Esteve à altura do papel e conseguiu trabalhá-lo muito bem. 

Adorei o toque de sobrenatural que o Ig (Radcliffe) começa a ter ao longo do filme. Deu-me um deja-vu tão grande da série Misfits quando as pessoas tocam-lhe e dizem os seus mais profundos pensamentos. Bateu a saudade de Misfits! Por outro lado também gostei imenso do como o Ig conseguia ler as pessoas pelo toque. Todas as punições que as várias personagens vão tendo foram muito bem feitas. A cenografia e a banda sonora foram apontamentos que deram outro visual ao filme.

Fiquei apenas um pouco desiludida pelo pouco destaque que os chifres tiveram à medida que o filme ia avançando. Tiveram a sua importância no início mas depois acho que não foram um dos focos principais do filme, pensem que tivessem mais exposição. Não sei se no livro é assim. 

Saldo muito positivo para esta adaptação, um filme que deixa com vontade de ler o livro e isso só pode ser um bom sinal da qualidade de "Cornos". 

Sem comentários:

Enviar um comentário