Crónicas de uma Leitora: "Departamento 19" de Will Hill [Opinião]

sábado, 31 de agosto de 2013

"Departamento 19" de Will Hill [Opinião]

Para mais informações clique aqui

Sinopse:

Jamie Carpenter tem 16 anos e perdeu o pai há pouco tempo. No mesmo dia em que descobre que a sua mãe foi raptada por um vampiro, é salvo por uma criatura gigante que diz chamar-se Frankenstein e que o leva para o Departamento 19, a agência supersecreta do governo.
Conhecida também por Luz Negra, esta agência foi fundada há mais de um século por Van Helsing e outros sobreviventes de Drácula para combater as forças do sobrenatural. Com a ajuda da agência, de Frankenstein e de uma jovem vampira por quem se apaixona, Jamie vai fazer tudo para salvar a sua mãe, mesmo sabendo que terá de enfrentar um exército de vampiros sedentos de violência, sangue e destruição.
ELES NÃO EXISTEM, MAS SALVAM-NOS A VIDA TODOS OS DIAS.





É impossível olhar para esta capa e ficar indiferente, o seu azul vivo faz-nos parar para ver o que contém e a máscara indefinida e o nome suscita curiosidade até ás pedras da calçada.

Ao ler a sinopse fiquei super curiosa, afinal de contas fala-nos de personagens míticas do mundo fantástico como Van Heling, Drácula e Frankenstein, para quem aprecia o género fantástico é impossível ficar indiferente, mas daqui nasce a primeira dúvida, "Será alguém capaz de escrever uma história e não cair nos clichés?", Will Hill consegue provar que sim reescrevndo histórias já conhecidas e aproveitando-as a seu bel-prazer, fazendo o leitor ficar agarrado desde o 1º minuto até ao último.

Devorei o livro literalmente nos momentos de lazer que me foram permitidos pelos meus filhos, e que acabaram-me por me roubar algumas horas de sono...  

Jamie Carpenter é um adolescente infeliz com o presente e com as amarguras que a vida lhe trouxe, desde daquele fatidico dia em que o seu pai morrre e é acusado de trair a pátria. e Marie, a sua mãe, de tudo faz para que tenha uma vida despreocupada e só lhe interessa o seu bem estar.
O dia que Julian Carpenter morreu ainda é assombrado por algo que Jamie não consegue compreender, mas quando, dois anos depois, ao ir para casa Jamie é atacado por Larissa, uma vampira, que piedosa e misteriosamente o alerta que algo está a acontecer em sua casa,  e Jamie vê Allessandru, um dos 3 vampiros mais velhos do mundo, criado pelo próprio Drácula, a levar a sua mãe e só não o leva porque Jamie é salvo por um monstro que diz chamar-se Frakenstein. 

Jamie é levado para o Departamento 19, criado por Van Helsing no inicio do Século XX, cujo lema é Lux Ex Tenebris (da Luz surge as Trevas), o departamento mais secreto do estado, que procura defender o mundo que conhecemos das criaturas que desconhecemos. Mas dentro do Departamento 19 nem todos são amigos, muitos ainda acusam o pai de Jamie pelo passado...
 
Will Hill conseguiu criar um mundo fantástico carregado de suspense apartir de nomes conhecidos, mas trazendo uma atmosfera inovadora de mistério e acção, prendendo-nos desde o 1º instante até ao final. Confesso que me absorvi na leitura acompanhando as conquistas de Jamie, quase sentido que fazia parte daquela força motriz que está disposta a recuperar o que mais de importante existe, a Mãe, pelo meio surgem questões que também queremos ver esclarecidas como Será Julian Carpenter um traidor?, Quem será realmente de confiança? E que segredos todos escondem? 

Alternando entre cenas do passado (como o que sucedeu a Julian Carpenter, pai de Jamie, a criação do Departamento 19 por Van Helsing, a captura de Drácula) e cenas do presente em que colocam Frankenstein do lado de Jamie numa luta contra o tempo para salvar a sua mãe, dei por mim concentrada nos mesmos objectivos de Jamie, perceber o passado e o presente.
 Este livro faz-nos duvidar de tudo o que conhecemos e a olhar 2 vezes para a sombra á procura de criaturas que lá possam se encontrar escondidas!

Pelo 2º prólogo o escritor dá a entender que haverá uma sequela, a existir peço á editora Topseller que o publique rapidamente com a qualidade a que nos acostumou, um livro fantástico deverás excepcional.

1 comentário:

  1. Como fã do género fantástico, quando vi este livro fiquei muito curiosa. E, desde que foi publicado, só tenho lido opiniões boas sobre ele. Tenho a dizer que estou muito curiosa, e que, depois de ler esta opinião, ainda fiquei com mais vontade de ir comprá-lo a correr :)

    ResponderEliminar