Crónicas de uma Leitora: Da Harlequin internacional para Portugal com amor | P. C. Cast

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Da Harlequin internacional para Portugal com amor | P. C. Cast


Caros leitores,

por diversas vezes temos visto a editora Harlequin a ser maltratada pelos leitores. Muitos ainda acham que a Harlequin é apenas Sabrina ou Bianca (lembram-se daquelas séries dos anos 70/80?). Contudo com o tempo a Harlequin cresceu bastante e hoje em dia até faz parte da Harper Collins que criou um gigante da industria. Estão a ver a LEYA? Não é nada mais do que um bebé ao lado do império da HC. Ainda assim, nós amantes de harlequins, sejam eles pequenos, em inglês ou em ebooks decidimos mostrar um outro lado da editora e assim, a Ruiva partiu na aventura em direcção ao desconhecido. Que surpresas ia ela encontrar num site tão vasto tão cheio de autoras. Que edições da Harlequin foram compradas não pela Harlequin Ibérica, mas sim pelas editoras típicas tradicionais portuguesas, sem que nenhum tuga soubesse que estava, na verdade, a ler um livro da HARLEQUIN! *música dramática* THE HUMANITYY!!

Hoje começamos com a já conhecida P. C. Cast. Para quem anda a viver debaixo de um rocha foi a sra. que escreveu os livros do Marcada com a filha. A série chama-se Partholon e foi publicada pela Harlequin LUNA. O primeiro livro foi publicado em 2006. Eventually os direitos foram adquiridos pelas outras Harlequins pela europa/mundo. Todos? Não! Em Portugal a série foi publicada pela Saída de Emergência e chegou às nossas estantes em 2013 e depois em 2015 a reedição pela Chá das cinco. A série em inglês tem 5 livros (sem contar com o 0.5) e em português estão traduzidos dois.

Ficam aqui as capas e sinopses da série em inglês e as duas edições em Português para comparação.
Reedição MIRA 2010
Edição 2006 LUNA
The only excitement Shannon Parker expects while on summer vacation is a little shopping. But when an antique vase calls to her, she finds herself transported to Partholon, where she’s treated like a goddess. A very temperamental goddess.
Somehow Shannon has stepped into another’s role as the Goddess Incarnate of Epona. And while there’s an upside- what woman doesn’t like lots of pampering?- it also comes with a ritual marriage to a centaur and threats against her new people. Oh, and everyone disliking her because they think she’s her double.

Somehow Shannon needs to figure out how to get back to Oklahoma without being killed, married to a horse or losing her mind.

Edição portuguesa 2013
Reedição 2015














Shannon Parker é uma professora de Inglês a aproveitar umas muito merecidas férias de verão. Ao fazer compras, encontra um antigo vaso com a figura de uma deusa celta muito parecida consigo. Shannon compra o vaso, mas nem sonha na aventura em que se irá meter. 
Sem saber como, vê-se, de súbito, transportada para Partholon, onde assume o papel de Rhiannon, a Sumo-Sacerdotisa de Eponina. E apesar de todas as regalias e do tratamento de luxo - qual a mulher que não gosta de receber uns mimos? - ser deusa envolve um casamento ritual com um centauro e lutar contra os fomorianos, criaturas maléficas que tudo farão para travar o regresso da verdadeira deusa. 
Conseguirá Shannon livrar-se deste sarilho e arranjar alguma forma de regressar a casa sem acabar morta, casada com um cavalo ou enlouquecida? É que ser divina, afinal, não é um mar de rosas! 

Edição 2006 LUNA
Reedição 2009 LUNA
Reedição 2010 MIRA














Shannon Parker has finally come to terms with life in the mythical world of Partholon. She loves her centaur husband, her connection to the goddess Epona and the pampering that comes with both! She’s almost forgotten her old life on Earth- especially when she discovers she’s pregnant...
Then a sudden burst of power sends her back to Oklahoma. Without magic, Shannon can’t return to Partholon- and so she needs to find help. Trouble is, it might take the form of a man as tempting as her husband. And along the way she’ll discover that being divine by mistake is a lot easier than being divine by choice.

Sorry too good to resist...



Shannon Parker aceitou finalmente a sua vida no mítico mundo de Partholon. As suas responsabilidades divinas são muitas, mas ela ama o seu marido centauro, a sua ligação à deusa Eponina e os pequenos prazeres que a vida lhe dá. Já quase esqueceu a antiga vida na Terra - especialmente ao descobrir que está grávida. Mas uma súbita explosão de poder envia-a de volta para Oklahoma. Sem magia, Shannon não consegue regressar a Partholon - e procura desesperadamente ajuda. Os problemas começam quando essa ajuda surge na forma de um homem tão tentador quanto o seu marido. E só pioram quando descobre que o demónio Nuada também se encontra no seu mundo e ameaça a vida dos seus amigos e familiares. Shannon terá que descobrir uma forma de travar as forças maléficas que a impedem de regressar ao mundo que ama. Afinal ser divina por engano era bem mais fácil do que ser divina por escolha…


Pessoalmente ADORO as capas originais da HQ Luna. Pena terem-se perdido com o tempo mas eram tão inocentes e tão ligadas à mitologia. Hoje em dia as capas parecem todas iguais... Tomem lá uma moça qualquer e 'tá a andar, siga para bingo!

Pois é, meus amores descobrimos a primeira série publicada pela Harlequin que em Portugal foi roubada pela Saída de Emergência. Não percam o próximo livro escondido nos confins do site da Harlequin porque... epá não vou fazer a piada do Dragon Ball que já abusei ali do Horatio.


Sem comentários:

Enviar um comentário