Crónicas de uma Leitora

terça-feira, 28 de março de 2017

Cinema | Estreias da Semana

Sem comentários:


Título Original: 100 Metros
Realizador: Marcel Barrena
Com: Dani Rovira, Karra Elejalde, Alexandra Jiménez
Género: Comédia, Drama
País: Portugal, Espanha
Ano: 2016
Duração: 108 min.

Sinopse:
Ramón vê tudo ruir à sua volta quando recebe o diagnóstico de esclerose múltipla já em estado avançado. Dedicado à família e ao trabalho, não consegue imaginar-se dependente dos cuidados de quem quer que seja. Mas o corpo não pára de lhe dar sinais de debilidade e, a acreditar na avaliação dos médicos, dentro de um ano será incapaz de andar 100 metros. Depois de uma fase de sentimento de derrota e autocomiseração, ele decide questionar todas as limitações do seu corpo e mostrar ao mundo a sua força para enfrentar as adversidades. Inscreve-se num "ironman", uma prova de triatlo composta pori 3,8 quilómetros de natação, 180 de bicicleta e 42 de corrida. Com a ajuda do sogro, Ramón dá início a um treino em que se vê todos os dias a superar limites, numa extraordinária manifestação de coragem e capacidade de sacrifício.



M18
Título Original: Ah-ga-ssi
Realizador: Chan-wook Park
Com: Min-hee Kim, Jung-woo Ha, Jin-woong Jo
Género: Drama, Romance
País: Coreia do Sul
Ano: 2016
Duração: 144 min.

Sinopse:
Década de 1930. A Coreia encontra-se subjugada ao Japão. Sook-Hee é contratada como empregada de Hideko, uma jovem órfã japonesa que é a única herdeira de uma grande fortuna. Desde a tragédia da morte dos mais que tem como tutor Kouzuki, um tio autoritário e dominador. Mas Sook-Hee não está ali por acaso. Ela é aliada de Fujiwara, um vigarista que tem um plano malicioso: conquistar o coração de Hideko, casar-se com ela e colocá-la num hospício. Mas tudo muda quando uma amizade inesperada surge entre as duas raparigas, que rapidamente se transforma em algo mais…


Calabria

Realizador: Pierre-François Sauter
Género: Documentário
País: Suiça
Ano: 2016
Duração: 117 min.

Sinopse:
Calabria é um road movie funerário. Após a morte de um emigrante calabrês à procura de trabalho na suíça, dois cangalheiros, Jovan e José, viajam do norte para o sul de Itália para repatriar o defunto. Jovan, um cigano que foi cantor em Belgrado, acredita na vida depois da morte, ao passo que José, um português apaixonado pela cultura, só acredita no que vê. As surpresas e contingências que enfrentam na viagem são simultâneamente uma homenagem ao morto e uma celebração da vida.


Para ver Trailer TOQUE na Imagem
Ghost in the Shell - Agente do Futuro

Título Original: Ghost in the Shell
Realizador: Rupert Sanders
Com: Scarlett Johansson, Michael Wincott, Michael Pitt, Juliette Binoche, Pilou Asbæk e Takeshi Kitano
Género: Ação, Drama, Ficção
País: EUA
Ano: 2017
Duração: 109

Sinopse:
O ano é 2029. Num mundo dominado pelos computadores e pela tecnologia cibernética, a complexa rede de informação possibilita o desenvolvimento de um novo tipo de criminalidade. Motoko Kusanagi (Scarlett Johansson), conhecida como Major, é uma agente especial ciborgue com a força e habilidade de uma máquina, responsável por comandar a Section 9, um esquadrão de elite especializado em combater todos os tipos de crimes cibernéticos. Mas quando Major se depara com uma nova forma de terrorismo que ameaça controlar as mentes humanas, vê-se a colocar em causa a sua própria existência…



Título Original: Denial
Realizador: Mick Jackson
Com: Rachel Weisz, Tom Wilkinson, Timothy Spall
Género: Drama
País: EUA, Reino Unido
Ano: 2016
Duração: 109 min.

Sinopse:
A norte-americana Deborah E. Lipstadt é uma historiadora respeitada que se especializou no tema Holocausto. Na obra "Denying the Holocaust" (1993), critica veementemente David Irving, um teórico inglês que afirma que o genocídio dos judeus durante a Segunda Grande Guerra é uma farsa inventada pelos próprios. Sentindo-se prejudicado pelo que foi publicado, Irving decide processar Deborah por difamação. O problema é que, dentro do sistema judicial britânico, nestes casos é o próprio réu quem tem de provar a sua inocência e a falsidade das acusações, não o contrário. Com uma equipa de advogados contratados por si, Deborah vê-se no meio de uma longa disputa judicial em que, para limpar o seu nome, tem de destruir as bases das teorias negacionistas de Irving, provando aquilo que nunca deveria ter sido necessário: a veracidade de um dos mais terríveis momentos da História da Humanidade…



Título Original: Der Amerikanische Freund
Realizador: Wim Wenders
Com: Bruno Ganz, Dennis Hopper, Lisa Kreuzer
Género: Thriller
País: Alemanha
Ano: 1977
Duração: 123 min.

Sinopse:
Wim Wenders celebrava em 1977 o cinema americano na figura de um dos seus mestres, Nicholas Ray, a quem vai beber ideias para realizar este policial que adapta uma das novelas de Patrícia Highsmith centradas em Tom Ripley. Ray, o lendário realizador de obras-primas como Johnny Guitar, interpreta a figura de um pintor especialista em falsificações, com quem Ripley faz negócio e que planeia transformar em assassino a soldo. Nomeado para a Palma de Ouro em Cannes.


Para ver Trailer TOQUE na Imagem
Smurfs: A Aldeia Perdida

Título Original: Smurfs: The Lost Village
Realizador: Kelly Asbury
Com: Joe Manganiello, Rainn Wilson, Mandy Patinkin
Género: Animação
País: EUA
Ano: 2017

Sinopse:
Na pequena aldeia dos smurfs todos desempenham o seu papel. Todos, excepto a pequena Smurfina que, por acaso, também é a única rapariga da história. Com um sentimento de total inadequação, embrenha-se na floresta proibida em busca de algo que dê sentido à sua vida. E é nesse lugar que encontra o mapa de uma aldeia perdida onde parecem existir criaturas idênticas a si. Determinada a conhecer esse lugar, resolve enfrentar os perigos e atravessar a floresta. Ao seu lado estarão, como sempre, alguns dos seus melhores amigos: Trapalhão, Valentão e Óculos. O pior é que há mais alguém a persegui-los: o malvado feiticeiro Gargamel…



Título Original: Valley of Love
Realizador: Guillaume Nicloux
Com: Isabelle Huppert, Gérard Depardieu, Dan Warner
Género: Drama
País: França, Bélgica
Ano: 2015
Duração: 91 min.

Sinopse:
Apesar de separados há vários anos, Isabelle e Gérard (Isabelle Huppert e Gérard Depardieu, respectivamente) viveram, durante os anos de juventude, uma grande história de amor. Agora, o reencontro dá-se devido a um último desejo de Michael, o filho de ambos, um fotógrafo que cometeu suicídio há seis meses. Ainda a atravessar a terrível fase de luto e com muitas dificuldades em lidar com a perda, aceitam o desafio do filho e fazem uma longa viagem até ao Vale da Morte, na Califórnia.

Nota: Pode haver alterações ou adiamento nas estreias da semana.

Fonte: Jornal Publico, Sapo Cinema e NOS Cinema

segunda-feira, 27 de março de 2017

Novidade | hoje estarás comigo no paraíso | Bruno Vieira Amaral | Quetzal Editores

Sem comentários:
Bruno Vieira Amaral recebeu todos os prémios literários de prestígio em Portugal: o Prémio Saramago 2015, o Prémio Pen para Narrativa 2013, o Prémio Fernando Namora 2013 e o Prémio Time Out para Livro do Ano 2013. A 7 de abril, chega às livrarias «Hoje Estarás Comigo no Paraíso», o seu mais recente romance, que o confirma como uma das mais interessantes vozes no panorama ficcional português.

Partindo de acontecimentos reais, «Hoje Estarás Comigo no Paraíso» faz a investigação literária do homicídio do primo João Jorge, e usa essa mesma investigação para reconstruir e recuperar memórias pessoais e familiares.
«Para mim, João Jorge nasceu na noite em que o mataram, nas hortas a caminho da Vila Chã. A minha avó materna dizia que, naquela madrugada, ouviu gritos perto do cemitério e, mesmo antes de ter ido à varanda, curiosa e apavorada e sem acender a luz, soube logo que acontecera uma grande desgraça. Até ao fim da vida, quando falava de João Jorge, repetia os passos daquela madrugada distante, ia até à varanda, apontava para o lugar onde antigamente ficavam as hortas e dizia que naquela noite amarga, enquanto lavava a loiça, ouvira uns gritos assustadores, como se estivessem a matar porcos. No dia seguinte – e disto lembro-me perfeitamente – carregada com os sacos de compras, ofegantes e muito vermelha, nem esperou para entrar em casa: «Mataram aquele teu primo, o João Jorge», disse.», é o primeiro parágrafo do mais recente romance de Bruno Vieira Amaral.
Inspirado por autores como Nelson Rodrigues, W.G. Sebald e Mario Vargas Llosa, entre outros, Bruno Vieira Amaral publicou em 2014 o romance «As Primeiras Coisas», que lhe valeu a distinção dos mais importantes prémios literários e a aclamação da crítica e leitores.

domingo, 26 de março de 2017

Cinema | É isto que eu faço | Biografia junta Jennifer Lawrence e Steven Spielberg

Sem comentários:

Wook.pt - É Isto que Eu Faço


É publicado no próximo da 5 de Abril a biografia de Lynsey Addario que já teve os direitos vendidos para o cinema, num filme em que os primeiros nomes apontados são Jennifer Lawrence como protagonista e Steven Spielberg como realizador. Ainda não se sabe mais informações sobre o mesmo e ambos estão neste momento em outras produções, curiosamente também adaptações de livros: Jennifer Lawrence encontra-se a gravar o filme "Red Sparrow" adaptações da obra de Jason Matthews e Spielberg trabalha na adaptação de "Ready, Player, One" de Ernest Cline que tem data de estreia para 2018. Enquanto não chega o filme, podem encontrar o livro nas livrarias em Abril! 


Quando, após os ataques terroristas do 11 de Setembro, convidaram Lynsey Addario para fazer reportagens no Afeganistão, ela tomou uma decisão que se repetiria muitas vezes - não ficar em casa, não levar uma vida tranquila e previsível; pelo contrário: arriscar a vida, cobrir guerras e atravessar o mundo para se tornar uma das mais importantes fotojornalistas do nosso tempo. 
É Isto que Eu Faço segue o percurso de Lynsey Addario - da sua primeira câmara oferecida pelo pai aos anos de repórter local, das guerras no Médio Oriente aos campos de refugiados sírios, mas sempre com a fotografia como propósito, e uma ambição única que a define e a incentiva. 
Enquanto mulher num ofício maioritariamente masculino, estava determinada a ser levada a sério, a enfrentar a dureza da profissão e o convívio com a injustiça e a guerra.


sábado, 25 de março de 2017

Recap w/ Spoilers | RuPaul's Drag Race Season 9 | Episódio 1 - OH MY GAGA!!

Sem comentários:
Sabem que dia é hoje, sabem que dia é hoje? É dia de RuPaul’s drag race! AHHHHHHHH!!!
Estreou a nova season (9º) ontem e já vi o episódio, o Untuck E o recap com a Alaska e Raja. I am ready, my body is ready, os meus ovários estão prontos! Tudo em mim está pronto para esta nova season.

ALERTA: Spoilers ahead, se não viram o episódio virem costas!



As entradas!


See this, there was none of that!

Foram TÃO MÁS! Oh God! The unexcitement was real! Props to you Sasha Velour, que foi a única criatura que conseguiu fazer uma entrance memorável e digna de RuPaul’s Drag Race. Não sabia se havia de rir ou de ficar assustada, mas fiquei ambos o que diz muito sobre o estilo drag dela. Gosto! Ao contrário da Acid Betty e da Thorgy que eram as queens mais “artísticas” parece-me que a Sasha consegue fazer glamour e weird ao mesmo tempo!

Yes, bitch, eat your heart out momma!!


A Peppermint parece-me bastante doce, achei-a super fofa; a Valentina vou esperar para ver, parece-me out of drag alguém que tem um sentido de moda extremamente agradável e bonito, mas não sei se vai passar disso; a Eureka parece-me saber o que fazer com o corpo dela e não me parece que vai culpar o facto de ser gorda pelos seus falhanços, tem um sentido de humor a-do-rável e muito shady que é isso que se quer para as audiências; Charlie Hides é a minha favorita! Tem um toque de Bianca del Rio, as in vai ser uma motherly figure para muitas queens e o sentido de humor dela é hi-la-rious! 

Look at her 52 anos! How??? HOW?


Farah Moan é ... estranha, acho que vai ser daquelas que não vai ter grande personalidade e ao contrário da Aja acho que não vai crescer grande coisa... não me parece que tenha uma identidade própria; a Sasha Velour é amazing! Quero muito que ela se dê bem nesta competição e que mostre glamour e nasty ao mesmo tempo. Acho que pode mesmo vir a ser a nova Sharon Needles de drag e tantas tentaram e falharam mas acho que a Sasha possui o nível de talento para conseguir isso. 



Jaymes Mansfield.... the poor soul, vai ser a 1º ou a 2º a ir para casa. Ela é adorável e tem imenso talento a fazer as suas coisas mas... isto não é um concurso de costura. Alexis Michelle, adorável! God adoro-a, acho que ela chega até meio da season provavelmente porque ela tem imenso talento na maquilhagem e sabe o que lhe fica bem! 
Shea Coulé parece super flawless e vai longe mas não para o top 4, ao passo que a Nina Bonina Brown pode ser como a Sasha e acho que é capaz de ir bem longe e chegar aos top3 se não exagerar. E agora temos aquelas cujas entradas são super forgettable: Kimora Black (yawn)
Nah ah Kimora... nah ah!
Aja (Naomi Smalls called... she’s not happy) e Trinity Taylor... Detox also called!


 Destas três fiquei com impressão de serem super vazias (e isto é uma 1º impressão de prai 3 segundos ok? Tipo super fast and judgmental af! Eu não dava NADA pela Naomi Smalls até metade da season!) ou então que vão demorar muito tempo a ver a personalidade delas. Mas para isso eu vou precisar de ver um acting challenge, porque por norma quem é super bom em acting é quem chega à final (exceto ofc... miss Violet!) 

And then comes in ... Lady Gaga!

E os meus ovários explodiram... puff e fez-se o chocapic! Eu tinha desmaiado no chão, toda eu tinha começado a hiperventilar! Foi um momento too intense, eram 9.30 da manhã e já estava a chorar de emoção. A interação dela com a Eureka foi TÃO amorosa e bonita e é melhor que não escrever mais senão volto a chorar! *abana-se toda*

Eureka giving me Ursula realness


Category is: Oh My GAGA!

No 1º desafio ninguém vai para casa! Wait what? Basicamente ninguém vai ser eliminado neste primeiro desafio, o que eu gosto porque houve muitas queens que já foram eliminadas de forma meio rushed e 1 episódio é muito pouco tempo. E as queens têm de fazer um outfit que represente a sua cidade natal e depois o seu melhor Gaga impersonator! Woop woop!

Tenho a dizer SPOILER ALERT: no meatdress!! Booo, gente! Booo!!!!

No entanto tirando três looks: Farah Moan/ Jaymes Mansfield e Trinity Taylor todos foram lindos! O meu top 3 favoritos são:
1.Nina Bonina Brown
2.Charlie Hides
3.Sasha Velour

A Nina Bonina fez uma réplica linda:



A Charlie Hides teve uma atenção ENORME a detalhes e ao contrário dos júris eu não achei que o fato dela de Pilgrim fosse “básico” achei que como ela divide o seu tempo entre Uk e USA faria MAIS que sentido que ela escolhesse algo que desse para os dois lados e fico kinda chocada que ninguém se lembrou disso; que ela não poderia representar só um país visto que ela anda pelos dois. E nesse caso os pilgrims são essenciais porque foram os britânicos que popularam a América! So Charlie Hides fica em 2º porque aquele reveal foi um bocado trapalhão mas tirando isso achei fantástico. 

Os detalhes... os detalhes!


E Sasha Velour, com uma interpretação de NY lindíssima.



No final do episódio existe a revelação que uma queen vai voltar de uma outra season... e todos acham que será a Cynthia Lee Fontaine. Vamos descobrir no episódio da próxima semana! Woop woop!

sexta-feira, 24 de março de 2017

Notícia | Nuno Costa Santos no Festival du Premier Roman | Quetzal

Sem comentários:
A mostrar frenteK_ceu_nublado.jpg
Nuno Costa Santos, autor do romance «Céu Nublado com Boas Abertas», é o único escritor português convidado a participar no Festival du Premier Roman (em português, Festival do Primeiro Romance), que terá lugar de 18 a 21 de maio, em Chambery (França).

Este festival literário francês utiliza as leituras como meio para descobrir e promover os primeiros romances francófonos e europeus. São 3000 leitores que escolhem - após um ano de leituras e debates - os autores que lhes causaram a melhor impressão e que, por isso, serão convidados para o festival.
Assim, todos os anos participam no festival escritores francófonos e autores de romances de estreia italianos, espanhóis, alemães, romenos, ingleses e portugueses. Esta abordagem original torna o Festival du Premier Roman um evento único e multifacetado, promovendo a criação da literatura contemporânea.
«Céu Nublado com Boas Abertas» foi publicado pela Quetzal, em 2016. Tendo como pano de fundo os Açores e o Caramulo, representa a busca de uma identidade pessoal num dos territórios mais perigosos e livres, onde não existe distinção entre realidade e ficção.