Crónicas de uma Leitora: Proposta Indecente de Patricia Cabot [Opinião]

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Proposta Indecente de Patricia Cabot [Opinião]

Sinopse:
Uma aventura apaixonada nas Baamas.
Aventureira, franca, Payton Dixon tem dois sonhos na vida: possuir um veleiro e obter o amor do capitão Connor Drake. Mas ambos parecem fora do seu alcance, uma vez que seu o amado capitão está prestes a casar com outra, e pior, o traidor do pai de Payton ofereceu-lhe o barco dela como prenda de casamento.
Decidida a provar que está certa, Payton consegue desencadear um escândalo e causar todos os tipos de problemas. Quanto a Drake, não é capaz de decidir se quer estrangular a rapariga com quem cresceu, ou fazer amor com a bela mulher em que ela se transformou.



Proposta Indecente de Patricia Cabot é um delicioso romance sensual de época. Passado em 1830 entre Inglaterra e os mares das Baamas conta a história de Payton Dixon uma jovem prestes a completar o 19.º aniversário e cujas expectativas de futuro não inclui um marido mas sim o comando de um dos navios da frota da companhia do pai. Uma vez que os seus irmãos receberam os seus navios aquando do 19.º aniversário a jovem não vê nenhum impeditivo para que o mesmo não lhe seja oferecido a ela. Porém pela primeira vez Payton irá sentir o preconceito sexual quando é posta de lado em detrimento do capitão Drake por quem está secretamente apaixonada há alguns anos. Com uma personalidade bastante forte e uma mente aberta e cheia de ideias, esta não é uma mulher como as outras da sua época, não almeja ser apresentada em sociedade nem se interessa por um casamento de interesse. Tendo sido criada sem uma figura feminina na sua vida cresce educada pelos irmãos mais velhos, vestindo-se como um rapaz e aprendendo a praguejar como um marujo. Destemida e leal irá mostrar ao longo da trama a força do seu caracter e a bondade do seu coração, uma figura feminina marcante que nos deixa várias vezes com um sorriso nos lábios.

O Capitão Drake empregado da companhia naval do pai de Payton acaba de herdar o título de baronete e as propriedades a ele ligadas, vê-se também preso numa ligação afectiva estando prestes a casar no inicio da acção. Com um passado cheio de dor e sofrimento é um homem interessante que desperta a paixão da jovem Payton.

Gostei bastante dos antagonistas e a forma como a autora decidiu castigá-los no final, mas confesso que a leviandade dos irmãos Dixon consegue ser exasperante.

Toda a história está bastante bem construída, as personagens são fortes e consistentes e a linguagem é simples e fluída. Patricia Cabot conseguiu mais uma vez prender-nos à trama e fazer-nos sonhar com ilhas paradisiadas e amores arrebatadores, resgastes heroicos e piratas dos 7 mares.

Um livro leve, com um toque de humor e com cenas bastante sensuais completamente virado para o público feminino que irá gostar certamente desta aposta da Quinta Essência.

Sem comentários:

Enviar um comentário