Crónicas de uma Leitora: O Abrigo da Esperança de Debbie Macomber, [Opinião]

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

O Abrigo da Esperança de Debbie Macomber, [Opinião]






Para mais informações clique AQUI

Sinopse: Este é o segundo volume da série iniciada pela autora com A Estalagem de Rose Harbor‚ um livro que conheceu uma extraordinária receção em todo o mundo e também já publicado pela Presença. Jo Marie Rose, perante a perda quase certa do marido no Afeganistão, resolveu mudar a sua vida e comprar uma encantadora estalagem, numa acolhedora cidade à beira do Pacífico, onde pudesse receber hóspedes e proporcionar-lhes um ambiente familiar e cheio de paz. No início de O Abrigo da Esperança, a primavera chegou, os rododendros carmesim e as azáleas vermelhas floresceram no jardim da estalagem e Jo Marie Rose espera ansiosamente a chegada de hóspedes. Reencontraremos pessoas que já conhecemos no volume anterior, e conheceremos outras que ali vão em busca de calor humano e talvez de uma segunda oportunidade de serem felizes.



Debbie Macomber foi a escritora revelação para mim neste ano de 2013 com o livro A Pousada de Rose Harbor. Uma leitura deliciosa que me fez ficar até horas tardias como se poderá comprovar na minha opinião anterior. Aguardava este livro com grandes expetativas uma vez que a vida de Jo Marie é deixada em suspense, bem como um possível romance entre ela e Mark. Neste livro somos apresentados a Mary Smith, uma mulher em busca do seu único grande amor, após sobreviver a doença oncológica. Encontramos também a jovem Annie a organizar a festa de comemoração dos 50 anos de casados dos avós, um casal amoroso e dedicado um ao outro… até chegarem à Pousada de Rose Harbor, discutindo por tudo e por nada, levando a neta aos «arames» ao ponto, de encontrar apoio no último homem que julgaria ser possível…

Neste livro somos confrontados com vários despertares românticos, Mary Smith com o reencontro do único homem que amou, Annie o reencontro com o único homem do qual sempre fugiu, o romance de 50 anos dos avós de Annie que com o tempo, se tornou um misto de agridoce e que me fez soltar várias gargalhadas ao longo da sua leitura e… o início de um romance entre Jo Marie que novamente, me deixou a roer as unhas de tanto esperar… ambos são casmurros e como diz o ditado um teimoso não teima sozinho!

Debbie Macomber é uma excelente contadora de estórias. O livro em si pode ser lido num ápice, embora tenha prolongado a sua leitura uma vez que até meados do próximo ano não deverei ler mais nada da autora. Tenho muita pena que a outra série da autora não esteja a ser publicada, uma vez que neste livro acabamos por conhecer algumas personagens existentes na série Cedar Cove. É interessante como a autora consegue escrever duas séries distintas com diversos personagens, passando-se no entanto tudo na mesma localidade. Outra série iniciada e nunca terminada foi a série Blossom Street, para pena minha que adorei o primeiro livro.

A autora consegue equilibrar momentos dramáticos com momentos hilariantes fazendo-nos passar umas horas relaxantes junto de personagens bem carismáticas. Espero ansiosamente a publicação de novos livros desta autora, tanto desta série como das séries que mencionei acima. Mais uma vez recomendo a sua leitura enrolada num sofá, com uma bela tablete de chocolate para os momentos em que as lágrimas tendem em aparecer!

Sem comentários:

Enviar um comentário