Crónicas de uma Leitora: Televisão | Stranger Things | Opinião 1º Temporada

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Televisão | Stranger Things | Opinião 1º Temporada



Uma série como nunca outra vista, a meu ver.
No dia 15 de Julho deste ano, o Netflix lançou os oito episódios desta série de uma vez, como é característico das séries do canal. O que acho que ninguém estava preparado foi para o impacto que esta veio a ter. Apesar do sucesso das séries Netflix já ser habitual, confesso que fiquei espantada com o impacto que esta série começou a ter nas redes sociais. E lá fui, Maria vai com as outras, fazer uma maratona da série. Posso dizer que, apesar dos episódios de quase 1 hora, é uma série que não custa nada a passar o tempo e que, mal parava um episódio, ficava tão mind-fuck que tinha imediatamente que passar ao seguinte. Nisso a vantagem do Netflix já que passa ao próximo episódio sem precisarmos de fazer nada....

A série acaba por se focar em quatro amigos aquando do desaparecimento de um deles. A partir desse momento, no piloto, começamos a apercebermo-nos que algo de estranho, muito estranho se passa na cidade. O desaparecimento não parece tratar-se de apenas um acontecimento. Winona Ryder, que interpreta a mãe de Will, o rapaz desaparecido tem, a meu ver, uma das melhores performances da série. Ela personifica verdadeiramente o que uma mãe sente quando o seu filho desaparece ou morre. O sofrimento e o sentimento de negação nunca desaparecem na personagem. O seu filho não pode estar morto, segundo ela. E é aí que toda a cidade começa a achar que ela está louca já que ela acredita estar a falar com o filho através das luzes de casa. Estranho não é? Mas isso é apenas uma das primeiras coisas estranhas desta série, não fosse essa a tradução do nome da mesma.

Ao longo dos episódios vão surgindo peripécias que nos fazem sentir que não entendemos nada do que se passa. Na verdade, até aos quatro últimos episódios eu não entendia, de facto, nada do que se passava na série. Mas só sabia que queria perceber...e para perceber tinha que continuar a ver. E é isso que torna a série tão fenomenal. Isso e os personagens que vamos acompanhando a evolução à medida que a acção se vai desenrolando. Os acontecimentos vão surgindo de maneira inesperada fazendo-nos saltar da cadeira durante a maior parte do tempo dos episódios. É uma série que com certeza nos prende toda a atenção pela sua qualidade e pela maneira com os assuntos são abordados e como um mistério vai sucedendo ao outro de maneira muito singular e bem conseguida.


Eleven é com certeza "A" personagem favorita do público de Stranger Things. A rapariga estranha de cabelo rapado que acaba por cruzar o caminho dos três amigos que procuram Will acaba por nos conquistar mesmo que as palavras que pronuncie sejam mais que poucas. Uma rapariga peculiar com poderes inimagináveis que acaba por conquistar a amizade (e talvez um pouco mais em relação a um deles) destes três rapazes que a acompanham na aventura que é descodificar como e porque desapareceu o seu amigo. Apesar de tudo, na maioria do tempo, ficamos bastante chocados com tudo pelo qual ela já passou desde que nasceu. Um caso que acaba por chegar ao abuso de crianças....




Dos três rapazes o que mais gosto é Dustin. O gordinho ruivo acabou por me conquistar com a sua doçura e as suas piadas. É com certeza uma lufada de ar fresco numa série tão sombria como esta. Para mim é também aquele personagem que acaba por reduzir a pressão e ajudar os amigos a  reconciliarem-se. Mais ou menos como Ron em Harry Potter. Adorei-o. Julguem-me mas nem quero saber!




Uma série de ficção cientifica que acredito que até os que não são amantes deste género de séries e filmes vão gostar. Cinco estrelas com certeza. E as crianças definitivamente andam a ter bastante protagonismo nas séries, desde The Whispers. Podemos imaginar que grandes talentos irão surgir destas crianças que tão bem representam já em tão terna idade. 
Se dispõem de um pouco de tempo livre que não sabem como preencher, é uma óptima maneira de passar o tempo, acreditem. E para apimentar um pouco mais a vossa imaginação, deixo-vos ficar o promo da série, para verem que não é só conversa.


E deixei para o fim a boa notícia: a série foi renovada para uma segunda temporada de nove episódios! Ura! Ura! 

Se viram o que acharam? Se não, adeus vida, olá netflix, fica o conselho! 
 
- Juliana

1 comentário:

  1. Depois de tanto falatório também acabei por ceder e arrastei o meu namorado para uma maratona! Ambos adoramos e fiquei super surpresa por ter gostado tanto visto que ficção científica não é a minha onda e tudo o que inclua suspense/terror eu passo bem longe porque sou uma 'cagona' ahahahaha Eu também adoro o Dustin <3 Mas a El é simplesmente espetacular.
    Estou ansiosa pela continuação!!!
    Beijinhos
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderEliminar