Crónicas de uma Leitora: As lições do amor | Lorraine Heath | Opinião

terça-feira, 10 de maio de 2016

As lições do amor | Lorraine Heath | Opinião

Lady Grace Mabry tem tudo o que uma donzela debutante pode desejar: é bonita, inteligente, vem de boas famílias e possui um dote bastante valioso. No entanto, Grace desconfia dos inúmeros pretendentes que a cortejam, pois acredita que muitos estão apenas interessados na sua riqueza. 

Para a ajudar a perceber se os interesses dos seus apaixonados são genuínos, Grace procura o seu amigo de infância, o Duque de Lovingdon. Sem qualquer fé no amor desde que perdeu a família, Lovingdon vive uma vida de libertinagem e prazer. Conhecedor dos jogos e estratagemas para conseguir a atenção de uma mulher, Lovingdon só tem de ensinar a inocente Grace a diferenciar as emoções falsas das verdadeiras. 

Mas mal as lições começam, Lovingdon depara-se com um jogo demasiado perigoso, que parece não conseguir controlar? 

Conseguirá o Duque abrir o seu coração inteiramente ou irá perder aquela que descobriu que ama?




Eu tenho um vício e não o escondo. Não, não é só o vício dos livros, dentro dos livros é o romance de época. Não resisto a praticamente nenhum é impossível, é uma atração quase magnética.

Apesar de eu ser bastante fácil de agradar neste género mesmo sendo a história um cliché por vezes existem livros que se destacam, têm aquele toque diferente que nos faz gostar mais, pensar mais na história, foi este o caso. Tivemos um Lovingdon jovem, puro, educado, simples que se desfez em estilhaços quando a tragédia lhe bateu à porta e temos durante a narrativa um homem que leva uma vida de copos, jogo e mulheres para apagar o mal que lhe aconteceu porém a nossa protagonista conheceu o antes e o depois do Duque. 

Houve tantos pontos positivos neste livro, desde a construção das personagens passando pelas suas histórias, os seus passados, os seus fantasmas, os seus pesadelos que lhes dão uma personalidade única que não é possível não os adorarmos. Grace é tão adulta que esquecemos facilmente que tem apenas 19 anos, tem uma maturidade muito própria que a faz lutar pelo que quer e que nos cativa rapidamente. 

Há um tema gigante aqui retratado e que foi uma surpresa enorme, sabemos desde cedo que algo aconteceu a Grace mas só muito perto do final sabemos o que é e foi uma aposta mais que ganha da autora ter abordado este problema.

Lorraine Heath mostrou-se exímia na construção das personagens principais mas dando grande destaque às secundárias o que ajuda a que todo o enredo seja muito apelativo, nem sempre temos este ênfase dado a família e amigos e o foco no casal protagonista pode tornar-se maçador. A autora vai introduzindo outros personagens o que permite que a acção flua mais naturalmente.

Adorei conhecer a escrita da autora, e todo o enredo está excelentemente construído e claro que esses factores permitem uma leitura fácil e rápida. A Topseller tem feito excelentes apostas neste género e mal posso aguardar para saber qual o próximo.

É preciso dizer que recomendo? Claro que não mas ainda assim... recomendo!




Este exemplar foi gentilmente cedido pela Topseller em troca de uma opinião honesta.

Sem comentários:

Enviar um comentário