Crónicas de uma Leitora: Caminhos Sombrios | Sandra Brown | Opinião

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Caminhos Sombrios | Sandra Brown | Opinião




Caminhos Sombrios
Sandra Brown
Tradução: Inês Castro
Revisão: Domingas Cruz
Título Original: Mean Streak
Editora: Quinta Essência
416 páginas










Emory Charbonneau é uma grande pediatra, respeitada entre os colegas e estimada pela sociedade. Depois de uma discussão com o marido, Jeff, a jovem médica prepara-se para uma maratona e desaparece nas montanhas da Carolina do Norte. Quando Jeff comunica o seu desaparecimento à polícia, todas as pistas que Emory deixou desapareceram. O nevoeiro e o gelo põem um fim às buscas.
Emory recobra a consciência, com um misterioso ferimento na cabeça, num local estranho. E na companhia de um homem cujo passado é tão sombrio que ele não quer sequer dizer-lhe o seu nome. Sem telefone, sem internet, sem ninguém por perto, mas movida pelo medo, Emory está determinada a escapar a todo o custo do cativeiro.
Inesperadamente, no entanto, os dois têm um encontro perigoso com pessoas que seguem um código de justiça própria. No centro da disputa está uma jovem desesperada a quem Emory não pode virar costas, mesmo que isso signifique violar a lei.
Quando o esquema do marido é revelado e o FBI se aproxima do seu captor, Emory começa a perguntar-se se o homem sem nome não será, na verdade, o seu salvador.


Eu simplesmente adoro esta autora, adoro e adoro.
Caminhos Sombrios foge ao que tenho lido ultimamente, que se tem baseado mais em romances de época e romance contemporâneos. Sandra Brown é uma autora que escreve policiais mas com uma pitada de romance, o que é fundamental nos policiais que gosto de ler, não que não leia policiais "puros" mas gosto mais que inclua um romance!
Posso dizer-vos que já li todos os livros publicados em português, e se a Quinta Essência continuar a publicar a autora, cada livro/ebook que saia, vem parar à minha estante ou à minha conta de ebooks, não falha, não pode falhar.

Emory é uma mulher com uma carreia profissional sólida e reconhecida, pediatra, ama o seu trabalho tanto como ama correr, porém algo na sua vida pessoal não vai bem e é a partir de um simples treino, que a história começa. Emory vê-se numa situação que pode ser de perigo para a sua integridade física.
Corajosa, mesmo que tenha receio, enfrenta o seu problema e começa a confiar em quem lhe dá todos os motivos para não o fazer.
"Homem sem nome", o protagonista... Até uma determinada altura do livro, não sabemos como se chama o homem misterioso que resgata Emory de uma situação complicada, perguntamos se ele é o vilão, o "mocinho" mas quem lê Sandra Brown, sabe que normalmente o protagonista é um "herói" e se tem rasgos de vilão, terá motivos para isso. 
Vou continuar a chamar-lhe "homem sem nome", para não retirar o prazer da descoberta e devo dizer que nos rendemos a ele. Homem enorme, de uma integridade tão grande como ele, que a autora tenta "atirar areia" para a mesma, para que nós leitoras fiquemos de "pé atrás", da mesma forma que a Emory fica em determinadas alturas, será que ele é quem ela sente que é? Ou será que é quem os factos apontam? Andamos sempre na corda banda no que toca ao "homem sem nome". 
E são estes pontos que me fazem gostar tanto da autora, ela surpreende-me. Dou comigo a dizer em todos os livros... "Ahhhh, não posso.", quando nos leva para uma determinada direcção mas no fim... Surprise... Fantastic, I love it!
Vá... Normalmente acerto no vilão mas aqui... Ora bem devia ter me lembrado que é Sandra Brown e nada é tão claro como à partida nos demonstra.
Espero sinceramente que a editora continue a publicar a autora, se não... Eu tenho uma síncope. Aviso já!

Resumo... Recomendo, recomendo e recomendo, quem gosta de um policial fofo com cores de romance, leiam Sandra Brown, leiam Caminhos Sombrios ou qualquer outro livro da autora. São tabletes de chocolate, que quando se abre não se consegue parar de comer!

Boas leituras.


Sem comentários:

Enviar um comentário