Crónicas de uma Leitora: Mais um Dia | David Levithan | Topseller | Opinião

quinta-feira, 17 de março de 2016

Mais um Dia | David Levithan | Topseller | Opinião


Depois do aclamado romance A Cada Dia, bestseller doNew York Times, David Levithan conta a história de Rhiannon e da sua busca desesperada pelo amor verdadeiro.

Todos os dias da Rhiannon são iguais. Ela resignou-se com a vida, convenceu-se de que não merece mais do que um namorado distante e frio, o Justin, e até delimitou regras para a sua vida: não ser demasiado carente, evitar aborrecê-lo, nunca esperar demasiado.
Até que uma manhã muda tudo. De repente, e pela primeira vez, o Justin parece olhar para ela, querer estar com ela, e juntos vivem um dia perfeito - um dia perfeito de que o Justin não se recorda na manhã seguinte. Confusa, deprimida e desesperada por mais um dia tão inesquecível quanto esse, Rhiannon começa a questionar tudo.
Então, certo dia, um estranho diz-lhe que o Justin com quem ela passou esse dia, e que a fez sentir-se uma nova pessoa...não era o Justin.
Um livro que toca profundamente a imperfeição humana, os maus relacionamentos, a despropositada importância da aparência, a sexualidade ou a insignificância dos géneros.

Antes de mais tenho de confessar que tive um grande problema durante a leitura deste livro, não o conseguia largar, para onde eu ia lá ia ele atrás, a sério li-o em pouco mais de um dia e chegar ao fim foi triste, deixou inclusive um sabor amargo.

Mais um Dia conta-nos a mesma história de A Cada Dia porém aqui temos o ponto de vista de Rihannon, dando-nos imensos detalhes da vida da jovem, ao poucos vamos construindo um puzzle juntando as duas narrativas e levando-nos a compreender melhor os dois lados. Foi muito interessante ver melhor o relacionamento da jovem com Justin, um relacionamento doentio e abusivo, fiquei com a ideia que houve algo pendente em relação à vida dele que não conseguimos ter acesso total. Vemos também algo na vida familiar de Rihannon que não nos é totalmente fornecido, parece-me que houve algumas lacunas que o autor não soube ou não quis colmatar. 

Eu adorei este livro, acho que ainda mais que A Cada Dia mas não consegui dar mais de 4 estrelas porque se com o primeiro eu não esperava uma conclusão definitiva por saber que iria haver um segundo livro neste já esperava que houvesse ali um capítulo extra que me desse mais qualquer coisa. Ando aqui a rezar a todos os santinhos que Levithan nos explique no terceiro livro (sem data de lançamento ainda - aliás sem nada de nada mas pelos menos já existe um terceiro livro aberto no goodreads) o que é A e como é que se processa o facto de todos os dias acordar num corpo diferente, que venha pelo menos mais um livro que seja para que o final não fique em aberto. A sério é um sofrimento quando acabamos um livro e fica tudo no ar, com imensas pontas soltas.

Apesar do que referi o livro é delicioso, a escrita de Levithan é qualquer coisa de fenomenal, adoro, cada personagem tem a sua voz e não se confundem. As personalidades de cada um estão cheias de defeitos e qualidades e ninguém é inteiramente bom ou completamente mau, afinal estamos a lidar com adolescentes e com tudo o que isso acarreta.

Devo dizer que de início não compreendi e não gostei da capa mas depois fez-se luz (sim às vezes demora) a capa retrata a cena inicial em que Rihannon e A se conhecem e é por isso que A é retratado como rapaz, apesar de se afirmar sem sexo definido, porque estava no corpo de Justin.

Este livro é obrigatório para quem leu e gostou de A Cada Dia pois teremos algumas respostas e claro o outro lado da moeda que é coisa que nos falta em muitos livros, porém e apesar de aconselhar a leitura pela ordem de publicação conseguimos ler Mais um Dia como leitura individual, nada obriga a leitura de ambos ou podemos ler primeiro este e depois o outro.

Mais uma excelente aposta da editora que espero que continue a publicar mais livros do autor. Há um em particular que tenho muita curiosidade e que seria interessantíssimo ver publicado em Portugal visto retratar um relacionamento homossexual adolescente Two Boys Kissing (fica a dica).




Este exemplar foi oferecido pela TopSeller em troca de uma opinião honesta

Sem comentários:

Enviar um comentário