Crónicas de uma Leitora: Ensina-me a Amar | Jess Michaels | Quinta Essência | Opinião

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Ensina-me a Amar | Jess Michaels | Quinta Essência | Opinião

Lysandra Keates está a ficar sem opções. O pai morreu, a mãe está doente, e os seus esforços para encontrar um emprego respeitável redundaram em fracasso. Com as parcas poupanças a chegarem ao fim, ela engole o orgulho e o medo e pede a Vivien Manning, uma cortesã infame, para a juntar a um protetor rico.

Durante anos, o visconde Andrew Callis levou uma existência monástica na sua propriedade rural, endurecendo o corpo e o coração contra o sofrimento pela morte da mulher e do filho recém-nascido. Quando Vivien lhe pede para passar um mês a treinar uma jovem nas artes do amor, a sua mente resiste... mas o seu corpo responde com um desejo que ele julgara morto há muito tempo.

À medida que começa os seus ensinamentos, Andrew dá por si a deixar-se enfeitiçar pelos encantos inocentes de Lysandra. E quando eles dão lugar a uma fome voraz, a última coisa que Andrew esperava, ou queria, surge entre eles. Uma ligação emocional que pode levá-los bem para lá do período de treino… se ao menos Andrew conseguir abrir o seu coração à possibilidade de amar.
Eu, culpada me confesso, Jess Michaels é um dos meus maiores guilty pleasures. Adoro os livros da autora, o primeiro que li foi Tabu que me conquistou pela ousadia e desde então não perdi um. Ensina-me a Amar marca o início de uma nova série bastante escaldante que promete fazer as delicias dos fãs do género.

Sou há alguns anos, seguidora assídua dos livros de época que se publicam em Portugal, fascina-me todo o tipo de descrições, vestuário, festas, jardins, passeios no parque a pé ou a cavalo, a forma como a educação era tão diferente, enfim sou completamente sugada para dentro dos livros lendo-os vorazmente. Se a tudo isto se aliar cenas eróticas bem escritas com uma linguagem cuidada então temos ouro sobre azul e Jess Michaels consegue simplesmente chocar e conquistar.

Lysandra é uma mulher de força que supera as adversidades da forma como consegue e sempre de cabeça erguida mesmo que as suas opções a deixem numa posição comprometedora. Já Andrew é um homem com um passado que o marcou de forma permanente. Felizmente (e isto não é spoiler nenhum) os livros de época têm finais bastante previsíveis o que acaba por se tornar menos trágico já que são invariavelmente felizes.

Adorei as personagens mais uma vez, a história acaba por se tornar bastante simples e as cenas de sexo abundam mas há um enredo sólido sem lacunas, os protagonistas conseguem ser complexos mas sem serem demasiado dramáticos tornando a leitura fácil e fluída. Quero continuar a seguir o trabalho de Jess Michaels pois consegue aliar o maior romantismo com o sexo mais escaldante.




Este exemplar foi gentilmente cedido pela Quinta Essência em troca de uma opinião honesta.

Sem comentários:

Enviar um comentário