Crónicas de uma Leitora: 5 clichés que os bloggers literários tugas cometem

segunda-feira, 6 de julho de 2015

5 clichés que os bloggers literários tugas cometem

És um blogger português e achas que estás longe de ser cliché? Pega no teu blogue, nas reviews que escreves e anota se cometes estes clichés.



1. Dar os parabéns à editora por ter publicado o livro. 
Esta é uma daquelas coisas que são tipo pet peeves, sempre que vejo alguém a dizer na sua review: parabéns à editora por apostar num livro português, dá-me vontade de chegar à beira da directora da escola e dizer: minha senhora, dê-me os parabéns por aturar por vezes 30 crianças dentro de uma sala de aula durante 1 hora sem matar ninguém! Sabem porque é que não me dão os parabéns. IT’S MY JOB! Sim, é a minha profissão dar aulas a criancinhas durante 1 hora, por isso é que não preciso que me dêem os parabéns cada vez que faço o meu trabalho.
Books bloggers STOPPPP! Parem de fazer isso! Ou então ao menos não dêem só os parabéns à editora mas também ao autor/ à sra da limpeza que vos limpa o prédio/ ao carteiro que vos entrega as encomendas. Já imaginaram como seria se cada vez que o carteiro vos entregasse uma encomenda vocês dissessem: uau que fixe a minha encomenda foi entregue, parabéns pelo bom trabalho. Ok como os ctt andam até entendo que dê vontade de fazer isso, mas imaginem fazer isso e pensam: epá ridículo mau era se eles não me trouxessem as encomendas… Agora olhem para o que escreveram, kinda ridículo se uma editora portuguesa não publicasse livros. 


2. Escrever na review coisas como: este livro já ganha por ser português.
Desconhecia que a língua de um livro automaticamente fazia-o ser bom… Claramente a culpa de eu andar a ler livros maus é porque ando a ler em inglês e não em Português.


3. Escrever uma review positiva mas dar 1/2 estrelas no Goodreads
Oh meu Deus, eu detesto tanto, tanto isto! Especialmente porque fico tão confusa e depois não sei se vou ler ou não. A criatura na review até foi fofinha e o livro nem parecia mau, mas depois vai-se a ver e 1 estrela? Consistência, meus amores, the least! E por favor não me digam que gostam de ver tudo o que há de positivo num livro… há leitores que recorrem a vocês para comprar ou não uma série ou um livro. Vocês servem os vossos leitores, não as editoras! Pensem nos vossos leitores e depois nas editoras.

4. Dizer coisas como: o autor tem uma escrita cuidada/fluída.
Guys, guys se não sabem o que quer dizer escrita cuidada, não utilizem essa expressão. Uma escrita cuidada não é purple prose, ok? Uma escrita cuidada é uma escrita sem erros nem gralhas. Se o livro NÃO tem isso, não mintam. Se não sabem o que são erros de português então não mencionem sequer a escrita.
- Ai Ruiva mas é a minha opinião!! E eu tenho direito a ela!

Tens. Têm direito a dizerem as caralhadas que vos apetecer, mas opinião e factos são duas coisas diferentes e erros de português não são opiniões.

5. Todas as reviews são iguais só muda um pouco o estilo de escrita.
Estão a ver aqueles bloggers em que vocês lêem uma crítica, tudo bem. Lêem duas, ok gostou dos dois. Mas de um momento para o outro notam que TODAs as reviews positivas são iguais? Isto graças ao deus da blogosfera tem mudado e eu até entendo que por vezes seja difícil escrever uma review de um livro ou outro, mas quando as reviews são todas iguais, big no no.  Não querem escrever uma review comprida? Simples, escrevem uma curta e grossa e está a andar. Não têm nada para dizer sobre o livro mas o exemplar é de parceria? Coloquem as estrelas que deram no Goodreads com uma justificação de não conseguirem escrever a review. Qualquer coisa e mais porreiro do que ler o mesmo texto ove rand ove rand over again:
“Este livro é maravilhoso!”
“Este livro foi uma lufada de ar fresco.” (dizer 1-2 vezes por ano tudo bem agora em quase todos eerrr)
Livro português – “Temos de apoiar o que é nacional”. No. We. Fucking. Don’t!!! Parem de me dizer o que eu tenho de fazer. MY MONEY! And you are not allowed to tell me what to do with “ma” Money. Nunca comprem um livro SÓ porque ele é de um(a) autor(a) português! Podem dizer que o pessoal pode arriscar na compra porque é um bom livro, mas não por causa da nacionalidade dele! Isso não faz um bom livro. Parem de dizer que o que é nacional é bom. NÃO! Há livros tugas MAUS, há livros em inglês que são maus, há livros em alemão que são maus, livros em espanhol, etc. Isto porque há livros que simplesmente não são bons, têm falhas ok? Podemos parar com o pseudo-patriotismo barato que só serve para dar graxa parva e não ajuda em NADA os autores a crescerem como autores? Podemos começar a ser honestos? Okay? Okay.


3 comentários:

  1. Muito bom, adorei! Já tinha pensado precisamente o mesmo.

    ResponderEliminar
  2. Olá gostei muito do texto, por sorte nunca me deparei com situações semelhantes. Sem queres ser mal educada, tens um erro no fim do primeiro tópico, tens "publicas-se"e é publicasse, porque tens o se antes. Gostei muito da ironia ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi logo corrigido :) Já tinha dado pelo erro mas só mais tarde é que mudei

      Eliminar