Crónicas de uma Leitora: Romance com o Duque | Tessa Dare | Opinião

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Romance com o Duque | Tessa Dare | Opinião

Para mais informações sobre Romance com o Duque de Tessa Dare, clique aqui
Para ler as primeiras páginas basta aceder ao site da Topseller, clicando aqui


É impossível começar esta opinião sem dizer que amei, adorei, deliciei-me com este livro, é lindo, maravilhoso, a sério, Tessa Dare está neste momento (e com um único livro) no meu top 3 de melhores autoras do género, ao lado de Julia Quinn e Mary Balogh. Mas paremos lá o momento de fangirl e falemos mas é do porquê de eu ter gostado tanto de Romance com o Duque.

Antes de mais Isolde Ophelia Goodnight ou apenas Izzy não é a personagem bela e delicada, é uma mulher sem grandes atractivos físicos e uma sonhadora que acredita em "felizes para sempre". Filha de um escritor famoso ela é reconhecida por todo o país porém depois da morte do pai ela acaba por não ter sequer onde morar já que o pai não lhe deixou em testamento nada que a amparasse. Entretanto a jovem descobre que herdou um castelo do seu padrinho e parte em busca da sua felicidade. Porém ao chegar lá, descobre que o seu pedacinho do paraíso está ocupado por um duque irascível mas muito atraente que irá fazer de tudo para a expulsar das suas terras.

Ransom, o Duque de Rothbury é casmurro, rabugento, autoritário mas com um passado duro que trouxeram consequências ao seu temperamento, a forma como foi tratado na infância, como cresceu leva-o a manter uma capa dura quase impenetrável. Apenas Izzy com a sua perspicácia, bondade e insistência lhe consegue mostrar porque acredita no amor e na felicidade.

Durante toda a leitura somos assoladas pelos mais variados sentimentos, ler Romance com o Duque é quase como andar de carrossel, absolutamente surpreendente e fascinante, com um enredo bem desenvolvido, com uma riqueza de detalhes e situações estranhas, vemo-nos a consumir as páginas para saber qual o final reservado aos personagens. Há contudo uma série de personagens secundárias muito interessantes principalmente os seguidores dos livros do pai de Izzy, a menina Pelham filha do vigário sempre disposta a ajudar e Duncan o criado pessoal do Duque (nunca mais olharei para nódoas da mesma maneira depois do Duncan).

Este livro tem todos os ingredientes para ser espectacular, uma excelente história com personagens muito diferentes do que estamos acostumados, uns mistérios para resolver, muitas cenas engraçadas que levam a grandes gargalhadas, erotismo q.b. (e que acaba por mais que uma vez em acontecimentos bizarros). Tessa Dare tem uma forma de escrever que nos cativa e nos envolve, com uma narrativa simples, uma linguagem acessível é um livro que flui rapidamente. E o final, aquele epílogo, absolutamente perfeito. Uma leitura muito aprazível e que irá fazer as delicias dos fãs de romances de época.


Sem comentários:

Enviar um comentário