Crónicas de uma Leitora: Divulgação de Autores Portugueses - Carla M Soares

quarta-feira, 11 de março de 2015

Divulgação de Autores Portugueses - Carla M Soares






BiografiaCarla M. Soares nasceu em Moçâmedes em 1971. Formou-se em Línguas e Literaturas Modernas pela Faculdade de Letras de Lisboa e tornou-se professora, de alma e coração. Tem um mestrado em Estudos Americanos. A tese de doutoramento em História da Arte, começada na Faculdade onde se formou, aguarda dias mais tranquilos para uma conclusão cuidada. Publicou em 2012 o romance de época Alma Rebelde, com a Porto Editora, e embarcou em 2014 na aventura digital, publicando o romance A Chama ao Vento, com a Coolbooks.


Bibliografia

"Alma Rebelde " foi o primeiro livro publicado pela autora em 2012, que em 2013 publicou "A chama ao vento" e em 2014 "O Cavalheiro Inglês".
Participa com um conto de nome "Três Suspiros e Uma Palavra" na colectânea Desassossego da Liberdade (que é um projecto de crowdfunding, para mais informação clique aqui).
Tem uma obra não publicada que se encontra a rever, do género fantasia, de nome "A grande mão" e está a trabalhar numa nova obra de época provisoriamente "La Dansarina", em referência à gripe pneumónica ou espanhola, passado em 1918.


http://www.wook.pt/ficha/alma-rebelde/a/id/10333222?a_aid=54ddff03dd32bhttp://www.wook.pt/ficha/a-chama-ao-vento/a/id/15672043?a_aid=54ddff03dd32bhttp://www.wook.pt/ficha/o-cavalheiro-ingles/a/id/16069705?a_aid=54ddff03dd32b




Para mais informações sobre os 3 livros publicados, basta clicarem nas fotos dos livros. 



Livro que a marcou e autor preferido
Junto as duas primeiras e respondo: Não tenho livro nem autor favoritos, há imensas leituras que adorei, mas não sei se posso dizer que alguma me "marcou". Se referir Cem Anos de Solidão, tenho que referir A Centelha da Vida, e se referir esse, tenho que falar do O Senhor dos Anéis, e do Gente Feliz com Lágrimas e do Admirável Mundo Novo, e do A Sombra do Vento, e do Milena, e de A Boneca de Kokoshka e da A Mulher-Casa por aí adiante...

Um livro que recomendaria a sua leitura e qual o motivo
Posso recomendar todos os que referi acima? E mais uma dúzia, posso? O Monte dos Vendavais? O Velho que Lia Romances de Amor? Os Capitães da Areia? A Harpa de Ervas? A Rapariga que Roubava Livros? O Manhattan Transfer? Tantos! Porquê? Porque são leituras maravilhosas, sendo que nisso, claro, a minha opinião é tão boa (ou certeira) como a de qualquer outro.

Escrever faz-lhe sentir...
Escrever faz-me sentir... bem. Para mim, escrever é um acto feliz, de equilíbrio, não exorcisa demónios. Os meus demónios não me deixam escrever, pelo que sou melhor nisto quando estou tranquila e bem disposta.

Umas palavras aos leitores
Palavras para os leitores, enquanto escritora: ler é um exercício que se faz tanto com a inteligência, como com a emoção, por isso, desejo que os meus livros possam apelar a ambos. Nada me deixa mais contente do que saber que o leitor sentiu empatia (ou até antipatia!) pelas personagens e se envolveu na história, mas que também foi estimulado pelos ambientes e contextos da narrativa. Creio que todas as ficções o exigem, e é o que procuro como leitora. De resto, numa palavra: leiam!

Sem comentários:

Enviar um comentário