Crónicas de uma Leitora: FSOG | Diário de uma Leitura Indesejada #3

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

FSOG | Diário de uma Leitura Indesejada #3

Acabados os dois primeiros capítulos decidi que não poderia continuar a ler o livro desta maneira, ao fim de 23 páginas eu já estava com um ataque de pânico iminente pelo que tentei acalmar-me, 
preparei um balde de chá de camomila na tentativa de relaxar um pouco mas só piorou porque depois não saí da casa de banho o resto da noite.
Mas pronto, tentei mudar a minha perspectiva porque tirando a moçoila ser uma palonça a única coisa estranha que aconteceu foi o Grey ter aparecido no local de trabalho dela mas hey há coincidências mais estranhas, talvez eu esteja a ler uma versão alternativa?

O fofucho lá vai fazer a sessão fotográfica e tudo corre bem (tirando os pensamentos infantilizados da cachopa), ele como é um amor convida-a para café e ela vai e amigos cheguei a uma triste conclusão, acompanhem os pensamentos da Ana

I’m in the street, and Christian Grey is holding my hand. No one has ever held my hand.

Here’s me, all gawky and uncoordinated, barely able to get from A to B without falling flat on my face.

E foi aí que descobri! Anastasia Steel é uma adolescente sobredotada de 13 ou 14 anos, eu sei porque eu tenho duas miudas dessas idades cá em casa e esta narrativa parece uma das muitas conversas que elas têm.(Ai Vera mas sobredotada porquê? Bem porque com essa idade está a acabar a faculdade duh!!)

“You should find me intimidating,” he nods.  “You’re very honest.  Please don’t look down.  I like to see your face.” (...)
“It gives me some sort of clue what you might be thinking,” he breathes.  “You’re a mystery, Miss Steele."
Mysterious? Me?
“There’s nothing mysterious about me.”

(Isto não é nada o diálogo que o Edward teve com a Bella quando a tipa descobriu que ele era um vampiro lolol.) E não Grey ela não é misteriosa, é apenas vaga, oca... Ele bebe café, ela bebe chá, conversam sobre meia duzia de assuntos e ele acompanha-a ao carro, meio lerda lá decide perguntar se ele tem namorada ao que ele responde "No, Anastasia. I don’t do the girlfriend thing," e o primeiro pensamento dela é que ele é gay e mentiu na entrevista. Para terminar bem a conversa ela CAI! sim ela cai...


É nessa altura que ela fica a olhar pra ele com olhos de carneiro mal morto ao que ele diz pra ela se afastar dele porque não é homem pra ela. Infeliz ela vai embora e quando chega ao carro desata a chorar...   I am crying over the loss of something I never had. ó filha p'amor d'deus pá! só viste o gajo 3 vezes, isso é desespero!!!

E eis a frase que explica tudo: A lifetime of insecurity– I’m too pale, too skinny, too scruffy, uncoordinated, my long list of faults goes on. Esta rapariga não tem qualquer auto-estima, amor próprio ZERO. Só vê defeitos, jeez! até a pessoa mais insegura sabe que tem um ou outro ponto forte, mas não Anastasia Steel, ela só tem defeitos. Portanto é bastante normal que um tipo podre de bom e podre de rico não sinta qualquer atração por ela. E então no dia que ela faz o último exame recebe um pacote com uma primeira edição de  Tess of the D’Urbervilles de Thomas Hardy. Isso é fofo, é romântico, é amoroso, digam lá o que quiserem há que dar a mão à palmatória, é um gesto lindo.
 Ela decide devolver... ai pá que chapadona a sério... (sim, sim finalmente voltei à violência). Lá vai ela comemorar o final dos exames com os amigos e decide embebedar-se, já podre de bêbeda liga para o Grey a tirar-lhe satisfações e ele preocupado decide ir ter com ela porque percebe o estado que Ana está (pessoal até aqui não vejo nada de muito anormal nele, pelo contrário). Nos entretantos, Anastasia lá decide apanhar ar e o estimado amigo segue-a e tenta beijá-la à força sendo salva por um Grey em estado mais-que-furioso. E o que é que ela faz??? Vomita gloriosamente no chão. Ceeeeerto! Para a próxima bebe menos!
E quando ela lhe pergunta como é que ele a achou, Christian estraga tudo com uma simples frase: “I tracked your cell phone Anastasia." Ah então foi assim que a descobriste... STALKER

E sobre isto tenho apenas uma coisa a dizer

E o capítulo acaba como? Com a labrega a cair e a desmaiar.. é que não há pachorra!!!



Este livro vai dar cabo do meu coração, juro!

3 comentários:

  1. Este livro vai mudar a tua vida e not in a good way :D I tell you!!!

    ResponderEliminar
  2. Sério mulher...por mais divertido que isto seja vai ler qualquer coisa de jeito. Ainda ficas com arritmias.lol

    ResponderEliminar
  3. Agradeçamos às divindades pelo facto de no filme o homem não ser stalker, que em nenhuma instância é mencionado qualquer tipo de tracking e podes perfeitamente assumir que ele descobriu onde ela estava de uma maneira não doentia xD

    ResponderEliminar