Crónicas de uma Leitora: 5 coisas que os leitores precisam de saber sobre book bloggers

sábado, 28 de fevereiro de 2015

5 coisas que os leitores precisam de saber sobre book bloggers

Olá. És uma das muitas pessoas que segue atentamente os blogues de livros, para veres se um livro vale a pena ler, se há um autor que deves estar atenta etc? Então este post é para ti! Sim, para ti, leitor ou leitora que nos acompanha durante muito tempo e que precisa de saber umas quantas coisas sobre book bloggers. Nós, criaturas afáveis, que gostamos de discutir diversos assuntos e fazemos parte de uma comunidade jeitosa em Portugal. Muitos de nós têm milhares de seguidores e de visitas no blogue, mas muitas vezes encontramos preconceito por parte dos leitores. Por isso se segues mais do que cinco blogues de literatura, aqui vão cinco coisas que vocês precisam de saber sobre nós, book bloggers!

1. We are not your bitchies. – Se fossemos, ganhávamos dinheiro com isso e a minha conta bancária está com mais camadas que o Inferno de Dante! A maioria das/dos book bloggers gostam de ler e por isso lêem o que caraças lhes apetece. Pode ser porno, fantasia medieval, chick lit ou até mesmo não-ficção. Se não gostam, não leiam. Ou se lerem por curiosidade, lembrem-se: ninguém é pago para fazer isto! FYI: Eu li o 50 Shades of Grey porque o pessoal basicamente pediu-me para eu escrever uma review do livro… foi a primeira e a ultima vez. 

2. Nós não sabemos o que é Literatura “a sério”. - Uma vez uma professora na faculdade pediu-me para pesquisar nos dicionários o que era literatura… Vejamos todos diziam que literatura é tudo o que tem literariedade. Parece vago, hum é mesmo de propósito. Não existe livros a sério, nem livros a brincar. Talvez os de comédia sejam os livros a brincar mas são tão caros quanto os livros a sério…

3. O nosso cérebro fica confuso quando lemos coisas como: “Tu não entendeste bem a mensagem do autor.” - Gente acreditem eu já tive imensas discussões por causa do The fault in our stars (basicamente um núcleo meu amigo não gosta nada do John Green por vários motivos e eu gosto do livro por outros motivos). Claro que estes motivos prendem-se muito com a interpretação que as pessoas fazem dos livros. Acreditem se vocês gostam de um livro, fixe! Mas por favor não digam que as pessoas não gostaram do livro porque não o entenderam. Em vez disso tentem apresentar os factos pelos quais vocês gostaram do livro e assim criar uma troca de pontos de vista saudável.

4. “Esse livro não é do género Y mas sim do Z.” – Oh Deus… dai-me paciência infinita para eu não andar a espancar pessoas na rua! Estamos em 2015, acreditem que um livro neste momento não tem só um género. Also a maioria das bloggers é super querida e até costuma haver discussões interessantes sobre isso, mas ninguém gosta de pessoal que começa a mandar vir com algo tão insignificante com um livro ser do género X ou Y quando ele tem pelo menos uns 4! Sim gente há livros eróticos com setting romântico contemporâneo – livros com time travel (alternative story), erótico e histórico srsly where is your God now?

5. Ebooks não são livros a sério, porque gostamos do cheiro dos livros em papel… - Screeeewww that! Again, book blogger = pobres! Acham mesmo que nos vamos por com manias de: ai ebooks não são livros a sério. No geral temos dificuldade em assimilar essa palavra “sério.” Se é para ler seja em ebook ou livro em papel whatever gente, não conheço um book blogger que depois de tentar um Kobo o tenha vendido. Somos bookworms, totalmente e completamente desavergonhadas. Um ebook é um livro! Dá para perder, emprestar, levar para as férias… Tá bem que atirá-lo contra a parede não é nada porreiro, mas hey serve para diminuir a ansiedade e os buracos na parede.

FYI: isso é para vocês também, livrarias que fazem promoções com livros mas excluem ebooks! Ebook = electronic BOOK!

2 comentários:

  1. Estou totalmente de acordo. Aliás muitas das vezes, o livro que mais quero ler, nem sequer existe em Portugal ou então acontece a situação do "ah não fez sucesso portanto não vamos continuar com a série", pelo que e-books acabam por ser uma das formas mais viáveis de conseguir perceber como é que raio as coisas acabam. Tem a história, logo é um livro. Formato diferente, mas não deixa de sê-lo. :) Relativamente ao género do livro, já me perguntaram muitas vezes: quais são os géneros que mais gosto. Provavelmente a pergunta que mais odeio. Eu gosto sim, de um bom livro, com uma boa envolvente e bons personagens, independentemente do género. Óptimo post :)

    ResponderEliminar
  2. Identifico-me com tudo lol :) não mudava nem uma vírgula!
    Mas eu já em cansei de preocupar com essas coisas.. que se dane.

    * mary red hair *

    ResponderEliminar