Crónicas de uma Leitora: O meu Kobo Aura | a review

sábado, 3 de janeiro de 2015

O meu Kobo Aura | a review


Prometi uma review do meu Kobo Aura aos anos…. Ok meses, but whatever e apesar de estar a testá-lo durante um mês ainda bem que demorei imenso tempo a escrever a review porque aconteceram coisas boas e outras menos boas.
Nesta review vamos um bocado por partes, primeiro porque é que escolhi um Kobo Aura, a minha experiência de leitura e os problemas que encontrei.


Porquê um Kobo e não um Kindle?


Eu leio maioritariamente em inglês, certo? E durante algum tempo pensei que um Kindle até faria mais sentido que um Kobo, mas o ultimo ganhou por um motivo forte: lê epubs. Ambos os e-readers lêm mal .pdfs por isso não seria esse o principal motivo de exclusão. O problema é que Kindle só lê ebooks da Amazon e sinceramente a Amazon é cara como tudo. Tem alguns kindle deals sim, mas ia estar presa a eles. Se quisesse ler um ebook de um autor português ia ter de converter, se me dessem um ARC em epub ia ter de converter. Eu leio bem mais epubs que .azw, por isso a minha escolhia pendia para o Kobo. Depois a Amazon trouxe o Kindle Unlimited. Tendo um cunhado a morar nos Estados Unidos até conseguia ter acesso ao programa – $10 e 700 mil ebooks de borla. Parece um sonho? Porque é. Infelizmente descobri que se deixássemos de pagar a mensalidade de $10, os ebooks desapareciam e algo que eu odeio é pagar e não ter o ficheiro. Por isso, decidi-me por um Kobo.

Agora que modelo de Kobo?


Ahh pois. Kobo touch, Kobo glow, Kobo Aura, Kobo Aura HD! Tantos modelos, tão pouco dinheiro! Nisto o meu namorado ajudou-me bastante, estivemos a ver os modelos e por ultimo o Kobo Aura ganhou. Parecia-me esteticamente mais bonito, com mais features e ainda compensava em relação ao preço dos outros (diferente de 20€ de um glow). Todos os modelos do Kobo são neste momento touch.

O que tem o Kobo de tão especial?


As stats! Não sou muito fã do Kobo como marca. É tipo Kindle mas dá mais liberdade ao pessoal de comprar ebooks onde nos apetecer. Há, no entanto, duas features que adoro, pessoalmente. O Sync da biblioteca deles com o Kobo (device). É tão bom comprar um ebook, fazer sync e já temos o ebook pronto para ser lido. É um luxo admito, mas sabe bem. E ainda as stats. Saber quanto tempo demoro a ler um livro, a quanto vou acabar a minha biblioteca virtual que nunca pára de crescer e ver todas estas estatísticas é muito bom. (Estas estatísticas são depois de eu fazer o tal factory reset em meados de Novembro… acho).



Experiência de leitura


Antes de comprar o Kobo Aura, lia no tablet meio rasca. Problema nº1: eu leio muito e muito rápido. Os meus olhos não aguentaram e tive problemas com a vista. Já não estava muito habituada a ler em papel e notei que sempre que tentava voltar ao papel lia de forma muito vagarosa. Estou habituada a ler num ecrã desde que os ebooks começaram a aparecer e não queria nem por nada voltar ao papel. 
Por algum motivo ler no Kobo é como ler um livro físico mas numa espécie de tablet. Lê-se muito bem e dá para fazer skim que é uma maravilha (para aqueles ebooks que detestamos e temos de fazer uma review asap). A luz integrada não dói na vista e dá para qualquer tipo de espaço (escuro ou claro), por vezes dentro de casa tenho de ligar as luzes do Kobo para ler melhor mas é mínimo comparado com a luz agressiva do tablet.
Rapidamente recuperei o ritmo de leituras e consegui recuperar a velocidade a que lia antes de ter de usar óculos e das dores de cabeça.

O Kobo Aura tal como os outros dá para fazer colecções, organizar os livros o que dá imenso jeito. Gosto muito do design com as caixinhas, é simples e eficiente e muito clean. Acho que a simplicidade combina bem, quero algo eficaz e que não me distraia. Contudo não se livra da critica de ler .pdfs. É horrível! Tenho de ler todos os pdfs no computador ou no tablet porque por algum motivo parvinho, o Kobo faz resize do pdf e a letra fica tão minúscula que ia lixar os olhos outra vez só para ler. Bad e-reader, very bad e-reader! Infelizmente a maioria do pessoal envia as advance copies em pdf, o que faz com que tenha de utilizar o tablet porque o Kobo lê mal e sinceramente para o preço que damos pelo bicho, ler pdfs devia de ser easy peasy.


A bateria dura horrores, o que é muito bom! Acho que em quatro meses só carreguei o Kobo três vezes e li montões nele. O touchscreen é eficiente, depois de ter um tablet lento como tudo qualquer coisa parece-me fantástica. Inicialmente como o ecrã é eink, ele pisca um pouco nas transições e custa a habituar nos primeiros momentos, mas quando se começa a ler os livros e a fazer reset ao ecrã (para limpar as letras) de 5 em 5 páginas já nos habituamos.

Os problemas


Ai, ai, ai. Tive um problema com o Kobo. Nem passado quatro meses de o ter comprado, o bicho começa-me a fazer freeze ao ecrã e a empancar MUITO quando estava a ler ebooks. Pensei que fosse de algum ARC que passei para o pc e tivesse virose e contactei a Pixmania (onde comprei o Kobo). Pediram para contactar a empresa onde comprei o Kobo porque eles eram revendedores. Contactei a empresa, que me aconselhou a contactar a Kobo ou a levar o Kobo para reparação e ia ficar sem ele durante 90 dias (I kid you not), porque tinha de ser enviado para a Alemanha!! Contactei a Kobo, recebo um mail a dizer que respondiam dentro de 48horas…. Até hoje! NUNCA me responderam. Ever. Ainda me mandaram um e-mail para fazer rate ao serviço deles e para além de ter dado uma estrela ainda fiz queixa por nunca me terem respondido.
Entretanto como a coisa estava negra (não conseguia ler nenhum ebook sem ter de fazer reset ao bicharoco), um amigo sugeriu-me fazer factory reset. Ia perder tudo mas podia ser que funcionasse. Lá fiz. Guardei os ebooks todos numa pasta e fiz o tal reset. Limpou tudinho e agora parece estar a funcionar bem.


Veredicto final

Se me perguntassem se voltaria a comprar um Kobo, sinceramente se calhar diria que não. Hoje a Energy sistem lançou um e-reader com sistema Android ecrã HD + wi-fi por 119€ e eles têm não só portes gratuitos para Portugal como ainda 36 meses de garantia qualquer problema envia-se para Espanha e não para a Alemanha e espera-se dois meses por arranjo! Não aconselho ninguém a comprar nos revendedores da Pixmania porque pode dar asneira como deu comigo, se querem um Kobo, comprem na FNAC, não vão ter promoções fixes é certo, mas se houver asneira ao menos resolvem.
Para quem não acompanha muito bem os e-readers, um Kobo Aura chega perfeitamente. Tem mais features que o Glo, o ecrã é mais porreiro e o preço não muda assim tanto. O Kobo bate o Kindle só porque não tenta restringir o sistema e isso é bom. Existem sistemas de subscrições melhores que o Kindle unlimited que funcionam no Kobo porque este aceita .epub. Poder paginar um ebook e testá-lo logo no Kobo, poder receber um epub de um autor e ler logo, poder comprar ebooks com cupões de desconto (dos livro ingleses) e poder descarregar logo para o e-reader são luxos mas luxos bem-vindos.
A marca a mim interessa-me pouco. Pessoalmente prefiro a Energy sistem até porque os devices deles duram (o meu primeiro e-reader ainda bomba passado quatro anos), apesar de não serem lideres de mercado e demorarem a fazerem upgrades aos modelos. Mas prefiro que lancem um e-reader de dois em dois anos do que lançar todos os anos e as diferenças serem poucas ou nulas e o preço abusivo.

2 comentários:

  1. O kobo aura não permite ver o PDF com Zoom? No aura HD ao fazer toque duplo no ecrã faz logo o zoom e depois dá para arrastar nos PDF!

    O Kobo Aura HD teria sido uma melhor escolha (foi a que fiz!). Perfeito para epubs, aguenta-se com os PDF (embora não seja muito fluído ao arrastar!)

    Dica: usa o Calibre para organizar e editar a tua biblioteca (guardo

    Vê este vídeo: Kobo Aura HD Review + Tips & Tricks - YouTube - https://www.youtube.com/watch?v=bBWTPw9Y-aI

    ResponderEliminar
  2. Olá, sim faz zoom, mas tinha de zoomar todas as páginas e arrastar para aquilo centralizar a página e isso dava-me cabo da leitura =( Até porque o e-reader não devia de diminuir o tipo de letra, como se vê na imagem. O Aura HD estava a um preço pouco apetecível, 170€ se não me engano. Demasiado caro. Eu comprei o meu por 120€ e o Paperwhite também é 119€ acho. Acho que é o máximo que se deve dar por isto porque depois compras os ebooks e o objectivo é compensar comprar livros em papel. Se se compra um e-reader caro mais ebooks, a conta não compensa assim muito :) Mas quem tem dinheiro para dar compra um H2O que está ao mesmo preço do HD agora :)

    ResponderEliminar