Crónicas de uma Leitora: "Herdeiros do Ódio" de V.C Andrews [Opinião]

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

"Herdeiros do Ódio" de V.C Andrews [Opinião]



Sinopse

No sótão estão escondidos quatro segredos… que lutam pela sobrevivência
Os quatro filhos da família Dollanganger levavam vidas perfeitas - uma bela mãe, um pai amoroso e dedicado, uma linda casa. De repente, o pai morre num acidente de viação e a mãe fica endividada e não possui qualificações para ganhar a vida e sustentar a família. Assim, decide escrever aos pais - os seus pais milionários, dos quais as crianças nunca tinham ouvido falar. A mãe fala-lhes dos avós ricos, de como Chris, Cathy e os gémeos irão levar vidas de príncipes e princesas na luxuosa mansão dos avós. As crianças deleitam-se com as perspectivas da nova vida, até descobrirem que existem algumas coisas que a mãe nunca lhes contou. Nunca lhes contou que eram consideradas pelos avós «filhos do demónio» e que nunca deviam ter nascido. Não lhes conta que é obrigada a ocultá-las do avô porque deseja herdar a fortuna dele. Não lhes conta que devem permanecer trancadas numa ala isolada da casa, tendo apenas o sótão escuro e abafado onde brincar. Prometeu-lhes, porém, que seriam apenas alguns dias... Contudo, os dias transformaram-se em meses, os meses em anos. Desesperadamente isolados, aterrorizados pela avó, Chris e Cathy tornam- se tudo um para o outro e para os gémeos. Agarram-se ao amor mútuo como última esperança, única força sólida - uma força quase mais poderosa que a morte. Herdeiros do Ódio é um romance de terror, traição e salvação através do amor.

Uma saga familiar de ciúme, tragédia, sobrevivência e vingança
Herdeiros do Ódio conta a provação de quatro crianças, vítimas inocentes de paixões proibidas, que crescem num confinamento sombrio, isoladas do mundo por uma mãe cruel... 

Chris e Corrine têm quatro filhos lindos que amam, e são muito felizes até ao dia infeliz em que Chris morre. Corrine, impotente sem o marido, decide ir com os filhos para a mansão Foxworth, a casa dos seus pais ricos. Corrine promete aos filhos uma vida de luxo e conforto, mas quando chega à mansão abandona-os, tranca-os num sótão e cede o poder de decisão à sua mãe. Os seus quatro filhos passam os dias trancados num quarto, sem ar livre, sem sol, encerrados… até quando?


Que ódio!!!! É a primeira coisa que pensei quando terminei este livro! Como é possivel haver "gente" tão cruel.
Uma vida que parecia idílica, de repente torna-se um pesadelo. Corrine que tem um marido que a ama, 4 filhos lindos e uma casa de sonho, de repente vê-se a braços com a tragédia, quando o único sustento da familia, o marido, morre num acidente de viação. Sem marido, com imensas dívidas e sem forma de as conseguir pagar, a única forma que tem de se safar é contactar os pais, ricos, mas que a deserdaram quando ela fugiu para casar com Chris,
Os 4 filhos, Chris, Cathy e os gémeos Cory e Carrie, nada sabem do passado dos pais, e recebem a noticia de que têm avós com surpresa. Quando ainda por cima a mãe lhes diz que irão viver para a mansão deles, mas que terão de se esconder durante uns dias para preparar o pai, eles não sabem o que os espera.
Fechados num sótão, trancados a sete chaves e à mercê de uma mãe ausente e de uma avo cruel, a vida deles vai-se tornar num verdadeiro inferno. 
Quase abandonados eles vão viver ali dia após dia, sempre à espera que o avô que não conhecem morra, para que a mãe possa herdar a fortuna e finalmente os liberte. Alimentados com restos, para ninguém se aperceber, isolados do mundo, sem acesso ao ar livre, eles tentam fazer do sótao uma casa, uma jardim com flores de papel que florescem, murcham e morrem conforme vão passando as estações. Mas Chris e Cathy estão numa idade complicada e em que começam a olhar um para o outro de uma forma diferente. Tomar banho juntos ou despirem-se em frente um ao outro começa a despertar sentimentos neles que não são aconselháveis. Como irão eles conseguir resistir a uma atração que se torna cada vez mais dificil de ignorar? Quando Cory, adoece gravemente e tanto a avó como a mãe se recusam a leva-lo a um Hospital, Chris arrisca-se e consegue escapar do sótao, numa incursão pela casa. Mas o que ele vai descobrir vai deixa-los todos em estado de choque. 
Um relato cheio de emoções. Um história de amores e ódios, de abandono e de ganancia. 

3 comentários:

  1. ai pah.. ando super curiosa em relação a este livro.. quero tanto ler :)

    * mary red hair *

    ResponderEliminar
  2. Nunca li o género de terror e filmes vi poucos, mas pode ser que lhe dê uma oportunidade, pareceu-me interessante.
    Boas leituras
    CriArte a Ler

    ResponderEliminar
  3. Bom dia!!!
    Tenho cá o livro e cada vez fico com mais vontade de pegar nele. Só tenho receio de ficar demasiado "raivosa"!!!
    Beijocas

    ResponderEliminar