Crónicas de uma Leitora: "Se eu ficar" de Gayle Forman [Opinião]

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

"Se eu ficar" de Gayle Forman [Opinião]




Para mais informações clique aqui

Sinopse:
Naquela manhã de fevereiro, quando Mia, uma jovem de dezassete anos, acorda, as suas preocupações giram à volta de decisões normais para uma rapariga da sua idade: permanecer junto da família, do namorado e dos amigos ou deixar tudo e ir para Nova Iorque para se dedicar à sua verdadeira paixão, a música. É então que ela e a família resolvem ir dar um passeio de carro e, numa questão de segundos, um grave acidente rouba-lhe todas as escolhas. Nas vinte e quatro horas que se seguem e que talvez sejam as suas últimas, Mia relembra a sua vida, pesa o que é verdadeiramente importante e, confrontada com o que faz com que valha mesmo a pena viver, tem de tomar a decisão mais difícil de todas.



Este livro veio-me parar às mãos sem eu estar à espera, mas li a sinopse e fiquei cheia de curiosidade, desejando que não fosse um livro demasiado lamechas, e, apesar de ter derramado algumas lágrimas, a verdade é que devorei o livro nas duas horas seguintes, simplesmente não o consegui pousar.

Este livro é sobre o momento em que a vida de Mia muda radicalmente, uma família feliz que tem um grave acidente rodoviário e cujas escolhas de Mia deixam de ser se vai ou não para Julliard tocar o violoncelo, e passa a ser continuar ou não, a viver.

A história é maioritariamente narrada pelo "fantasma" de Mia que acompanha o corpo de Mia desde o despiste automóvel até á decisão final de Mia de viver e morrer. Fala-nos de amor, amor familiar, paixão, amizade, de escolhas e dos seus efeitos em quem nos rodeia. Conhecemos a família quase perfeita de Mia, o namorado espetacular(que toca numa banda de rock), os avós carinhosos, a união das amizades ao longo de anos e anos, a importância da música na vida da generalidade das  pessoas e dos músicos.

É uma história cujo final é sempre triste, seja qual for a opção de Mia,  uma vez que os laços familiares são quebrados. É me impossível imaginar na mesma situação, tentei e até hoje não sei qual seria a minha escolha, partir com os que amamos e conhecemos toda a vida, ou ficar com quem amamos mas sem o apoios de quem nos viu crescer?

É um livro emocionante, com personagens completas, cheio de situações caricatas que todos vivemos ao longo da vida, pequenos momentos familiares. É um livro delicioso e fiquei super empolgada para ler o volume seguinte.

Recomendo a sua leitura a todos os leitores, mas sobretudo aos mais jovens, uma vez que este livro nos passa a mensagem de lutar pelos nossos sonhos e que todas as decisões que tomamos são importantes para nós e para quem amamos.

4 comentários:

  1. Eu fiquei completamente perdida por este livro, depois de o ler não consegui acabar nenhum livro durante umas 3 semanas.
    Parecia que mais nenhum me sabia igual ou me fazia esquecer esta história.

    Tocou-me e emocionou-me de formas que é muito raro acontecer-me.

    Só não concordo é que seja destacado como para os mais novos, os mais novos não vão compreender as mensagens deste livro, o âmago, a essência. São coisas que só a experiência de vida e situações que ela passou que eu também passei é que compreendem, nos fazem pensar, reflectir...

    Não foi só a Mia a ter uma experiência fora do corpo. Ao ler parece que eu também tive...

    Fiquei um pouco desiludida com o segundo, pois ia carregada de expectativas, mas até a ler a continuação estava tão "presa" a este que me custou! Foi uma experiência incrível a leitura deste livro...

    ResponderEliminar
  2. Adoro o livro e o filme ! A gayle passou a ser uma das minhas autoras preferidas, tenho lido outros livros e gostado.
    E o comentário que a ℒ ღ disse eu não concordo, porque eu sou nova e compreendi o livro na perfeição ! adorei e chorei :')
    um dos melhores

    ResponderEliminar
  3. Olá Helga :)

    Já li quer o "Se eu Ficar" quer o "Espera por mim" (acabei ontem). Concordo com tudo o que disseste :). Espero que gostes do "Espera por mim" também.

    Boas viagens,
    Rosana
    http://bloguinhasparadise.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Este livro é realmente uma experiência única :-)
    O 2º livro não tem o "poder" de mexer com os sentimentos como este, mas também não foi mau, só me falta mesmo ver o filme.

    Este é um livro "young adult" apesar de para esses sector etário não sei se qualquer um tem maturidade para compreender a mensagem passada.

    Mas que é um livro que vale a pena ler, sem dúvida que é :-)

    ResponderEliminar