Crónicas de uma Leitora: "Na pele de Meryl Streep" de Mia March [Opinião]

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

"Na pele de Meryl Streep" de Mia March [Opinião]



Uma história de amor, amizade e noites de cinema. Duas irmãs e uma prima, criadas juntas, regressam à casa onde cresceram. Assim, Isabel, June e Kat acabam a partilhar o espaço no sótão da pousada de Lolly, com muito para contar depois de tantos anos. Mas quando Lolly as convida a participarem na noite de cinema que realiza semanalmente para os hóspedes - coincidindo ser o mês de Meryl Streep - começam a partilhar segredos, falando até altas horas da noite e questionando tudo: a vida, o amor e aquilo que julgavam saber umas das outras. Cada uma vê a sua vida refletida na magia do cinema: o marido de Isabel tem uma amante; June prometeu ao filho de sete anos que fará tudo para descobrir quem é o seu pai e Kat, entre a espada e a parede, não sabe se há de aceitar a proposta de casamento que lhe fez o seu melhor amigo. Além disso, Isabel, June, Kat e Meryl - têm de estar ali por Lolly, já que ela sempre as ajudou a encontrarem-se a si mesmas e umas às outras, e a lutarem por um final feliz.
Simplesmente fantástico! Um livro que nos faz repensar muitas coisas e por em questão se por vezes vale a pena darmos valor àquilo que não o tem. Um livro que vale a pena ler com tempo e parando para pensar naquilo que estamos realmente a ler.
O livro vai-nos apresentar a 4 mulheres. Todas parentes, mas que uma tragédia separou. Mas será também uma nova trágica noticia que as irá juntar.
Cada uma com uma história de vida e nenhuma com um final feliz, vão de novo aproximar-se quando Lolly as convoca para a pensão que gere, para lhes contar uma coisa que vai mudar a vida de todas.
Kat, filha de Lolly, nunca saiu de casa da mãe. Vive com ela ajudando-a a gerir a pensão. Em paralelo dedica-se também à sua paixão: a Pastelaria. Quando o melhor amiga de infancia lhe propõe casamento ela fica sem saber o que fazer.
Isabel e June, irmãs, sobrinhas de Lolly, o destino fez com que também elas levassem vidas separadas. Cada uma para seu canto do país, a vida não foi boa para ela. June, engravidou muito nova e o pai do filho sumiu-se da superfície da terra. Mesmo tendo varias vezes encontra-lo, tal mostrou-se ser quase impossível. Quando o filho precisa de, na escola fazer a árvore genealógica ela promete que vai tentar de novo. Mas será que o que vai descobrir lhe vai agradar?
Já Isabel parece ter uma vida perfeita, embora sem filhos, até descobrir que o marido tem uma amante. O pedido da tia de irem até à pensão, é a escapatória que ela estava a precisar. No entanto o que a espera na pensão vai ser uma autêntica surpresa.
Serão as "sessões de cinema" com Lolly que irá juntar de novo estas 4 mulheres. Após cada filme de Meryl Streep, elas debatem o que viram, e estranhamente acabam por se identificar com muitas das situações retratadas.
Contada de uma forma incrível, com muitas lições de vida, este é daqueles livros que nos deixa a "ressacar" depois de lido. De uma forma ou de outra conseguimos colocar-nos no papel de todas as protagonistas por elas serem tão terra-a-terra e tão simples.

Sem comentários:

Enviar um comentário