Crónicas de uma Leitora: Só em sonhos de Sherrilyn Kennyon [Opinião]

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Só em sonhos de Sherrilyn Kennyon [Opinião]

Sinopse:
Xypher tem apenas um mês na Terra para se redimir através de uma boa ação ou será condenado à tortura no Tártaro para toda a eternidade. Mas a redenção pouco significa para um semideus que apenas deseja vingança contra aqueles que causaram a sua queda.Simone Dubois é uma médica-legista com dons psíquicos e capaz de ajudar os mortos a encontrar os seus assassinos. Quando Xypher pede a sua ajuda para abrir um portal para o Inferno e combater demónios, Simone tem a certeza que está perante um louco.O futuro da Humanidade encontra-se em risco, mas qual a maior ameaça que Simone enfrenta? Os demónios que vêm em sua perseguição, ou o homem misterioso e sedutor que mudou irremediavelmente a sua vida? 



Sherrilyn Kenyon conquistou um lugar de topo na minha prateleira com a fantástica saga dos Predadores, em cerca de dois meses li os 14 livros traduzidos em Portugal que compõem a saga (só o Amante de Sonho li há cerca de 2 anos) e estou completamente rendida a estes guerreiros e suas respectivas histórias. Não irei fazer opinião de todos os livros, para mim são todos especiais e de igual importância por isso se alguém pensa ler fora de ordem o meu conselho é que não façam isso de modo nenhum pois irá alterar toda a percepção dos acontecimentos entre os livros. Até agora o meu personagem masculino preferido é o Wren e a personagem feminina... Simone, sim a protagonista deste livro que vos venho falar.

Então falando neste volume em particular, SK conseguiu mais uma vez construir uma história complexa com personagens absolutamente deliciosas. Como já referi, Simone é a melhor personagem feminina da série (até agora claro), sarcástica, forte, apaixonada é igualmente destemida e divertida. É igualmente uma incógnita pois não é o que aparenta e não falo apenas do seu dom para ver e falar com espiritos o que comprova que mais uma vez a autora consegue dar reviravoltas à história absolutamente surpreendentes. Uma lutadora é provavelmente a única afazer frente a Xypher depois de ver o que ele é capaz.

Este é uma alma literalmente torturada, depois de séculos no Tártaro a sofrer atrozmente nas mãos de Hades consegue através de um acordo de Katra com o deus do submundo um mês na Terra. Como foi condenado por um crime que não cometeu tornou-se desconfiado e cínico. Simone irá surpreendê-lo e intrigá-lo e forma com ela uma frente unida. Ao longo da narrativa percebemos que as suas acções nem sempre coincidem com as suas palavras e que tem em si um grande orgulho e dignidade.

A escrita de Kennyon é divina, viciante, compulsiva, é impossível resistir às suas personagens apaixonantes e às suas tramas cheias de ação, paixão, intriga e sofrimento que culmina sempre com uma história de amor que nos derrete o coração. Consegue através do mais infímo detalhe alterar o rumo de uma história e conferir mais ou menos importância a personagens secundárias. Algo que adoro e é um dos motivos porque desaconselho vivamente a leitura fora de ordem é que há várias personagens a cruzarem os livros. Com um toque de humor que nos vezes nos deixa quase em lágrimas e com a barriga a doer, grandes momentos de profundo erotismo e com uma sensibilidade para descrever momentos de maior dor e agonia a verdade é que é impossível não nos sentirmos agarrados a esta série.

Espero que o próximo volume não demore muito a ser publicado pois estou apaixonada por esta saga, Sherrilyn Kennyon é uma autora imperdível.

Sem comentários:

Enviar um comentário