Crónicas de uma Leitora: Lançamento Livro MORTE NAS TREVAS, Pedro Garcia Rosado

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Lançamento Livro MORTE NAS TREVAS, Pedro Garcia Rosado



A convite do meu autor preferido, Pedro Garcia Rosado, estive presente no passado dia 28 de Junho, no lançamento do seu mais recente livro, Morte nas Trevas, na Biblioteca Municipal das Caldas da Rainha.


* Foto gentilmente cedida pela Biblioteca Municipal de Caldas da Rainha


O evento foi organizado pela Comunidade de Leitores e de Cinéfilos das Caldas da Rainha, a qual desconhecia. Infelizmente eventos como estes nem sempre são amplamente divulgados como gostaríamos e, embora resida a pouco mais de 26 km de Caldas da Rainha, se não fosse o autor a falar do evento em questão, eu continuaria na ignorância.

Foi-me pedido para fazer uma breve participação com o intuito de dar a conhecer um pouco a natureza dos nosso blog, bem como as estratégias que adotamos na promoção das diversas leituras que realizamos. Para variar devo ter-me alongado um pouco mais para além do tema em questão uma vez ser tão raro poder participar/assistir em eventos que tenham a ver com a leitura. Como já tem sido hábito, referi que acho importantíssimo a promoção da leitura junto dos mais jovens, bem como dos respetivos encarregados de educação. A meu ver também seria importante que o Plano Nacional de Leitura pudesse ter, lá pelo meio, alguns livros que realmente interessem aos jovens de forma a fazê-los «sonhar» pelo meio de páginas e páginas de um bom livro. Por que motivo a maioria dos livros a partir do 10º ano têm de ser necessariamente obras literárias, qual seria o problema dos jovens agarrarem num livro apenas pela satisfação e o desejo de o quererem realmente ler, de elaborar um ficha de leitura de um autor que lhes desperte a atenção?

Quem é que se lembra dos livros que lemos entre o 10º e o 12º ano com satisfação? Recordo-me de Eurico o Presbítero... mas apenas porque uma das colegas estava apaixonada por um Eurico e leu o livro em tempo «record» imaginando-se ela na pele de Hemengarda. Hemengarda para mim foi sempre uma amiga fiel de Sara Crewe no romance A Princesinha de Frances Hogdson Burnett, um livro lindo para meninas a partir dos 8 ou 9 anos que deveria estar incluído no Plano Nacional de Leitura.

Mas já estou a divagar...

O evento foi ainda enriquecido por vários momentos musicais realizados por alunos do Conservatório Municipal.


* Foto gentilmente cedida pelo Jornal das Caldas da Rainha


* Foto gentilmente cedida pela Biblioteca Municipal de Caldas da Rainha

Espero sinceramente não me ter enganado em quem cedeu que fotos, se assim for, peço as minhas sinceras desculpas.

O Pedro Garcia Rosado leu algumas passagens do livro em questão e, por alguns momentos, surgiu-me esta «macabra» ideia... o Município de Caldas da Rainha bem que poderia promover o turismo naquela zona realizando um tour pelos diversos locais de assassinatos ocorridos nos livros deste autor! A Rota Criminal, terminando claro está, na já famosa Lagoa de Óbidos! O que acham?

Devo salientar que é de louvar iniciativas como esta, esperando sinceramente, por próximas, aqui na zona do Oeste!

Sem comentários:

Enviar um comentário