Crónicas de uma Leitora: "O primeiro marido" de Laura Dave (Opinião)

segunda-feira, 30 de junho de 2014

"O primeiro marido" de Laura Dave (Opinião)


Sinopse:
Uma história romântica e divertida sobre uma mulher dividida entre o seu marido e o homem com quem ela julgava que se ia casar. Annie Adams está a alguns dias de celebrar o seu 32.º aniversário e pensa que encontrou, finalmente, a felicidade.
Jornalista, escreve uma coluna semanal sobre viagens e passa a vida a explorar os lugares mais exóticos e interessantes do mundo. Vive em Los Angeles com Nick, o namorado com quem já pensa casar, numa relação aparentemente feliz que já conta com cinco anos. Quando Nick chega um dia a casa e a informa de que, «segundo a terapeuta», talvez precisem de «um tempo», Annie fica destroçada.
Perdida num turbilhão de sentimentos, Annie acaba por conhecer Griffin, um charmoso chef, que de imediato a conquista. E em apenas três meses, Annie dá por si casada e a reconstruir a sua vida numa zona rural do Massachusetts. Mas quando Nick lhe pede uma segunda oportunidade, Annie fica dividida entre o seu marido e o homem com quem ela sente que deveria ter casado.

Assim que li a sinopse achei que ia gostar muito deste livro. Deu-me a sensação de ser um romance levezinho, que se lia bem de uma assentada. Não em enganou e posso dizer que adorei.

O história, escrita na primeira pessoa, pelos olhos da protagonista Annie, consegue, desde o inicio prender-nos. Senti que ao fim de poucas páginas já conhecia aquela personagem e da qual gostaria de ser amiga.
Ela é jornalista de viagens, e por isso mesmo, passa a maior parte do ano a viajar pelo mundo, para fazer as suas reportagens. Vive com o namorado, Nick, também ele em constantes viagens, pois é produtor de filmes.
Vivem juntos há 5 anos e sempre se entenderam. E quando Annie pensa que Nick finalmente a vai pedir em casamento, pois já têm casa escolhida em Londres, ele diz-lhe que precisa de "um tempo". Um tempo longe dela, deles e de casa. O mundo desaba nesse momento para Annie. 
Sem saber o que fazer da vida, deixa-se estar durante 10 dias em casa sem noção do tempo. É "salva" por Jordan, a sua melhor amiga, e irmã de Nick, que a manda ser o contrário daquilo que é.
É ao tentar seguir a sugestão da melhor amiga que ela numa noite conhece Griffin. Um chef de cozinha charmoso que está quase a abrir o seu próprio restaurante. Em 6 meses, Annie, que nunca mais soube nada de Nick, vê-se casada com Griffin, feliz e a mudar de residência. Mas ao chegar lá, nem tudo é um mar de rosas quando começa a saber um pouco mais sobre o passada do seu marido. E quando o ex-namorado aparece de repente e lhe propõe casamento, Annie fica balançada. Será que em tão pouco tempo ela conseguiu esquecer aquele que foi o amor da vida dela? Ou será vai ficar com Griffin que lhe deu a estabilidade que ela tanto quer?

Escrito de uma forma envolvente, simples e que no entanto nos consegue transportar para a história e fazer-nos gostar ou odiar as personagens desde o inicio. Depois de ter lido um livro intenso e cheio de emoções, este é sem dúvida a melhor opção para nos deixar de coração aconchegado e que se lê numa tarde.

Sem comentários:

Enviar um comentário