Crónicas de uma Leitora: "Corrida Perversa" de Janet Evanovich [Opinião]

segunda-feira, 14 de abril de 2014

"Corrida Perversa" de Janet Evanovich [Opinião]


Para mais informações clique aqui


Sinopse
A vida pacata de Lizzy Tucker está prestes a ser virada do avesso, quando Diesel, o seu espetacular e maravilhoso parceiro nas investigações do sobrenatural,  a desafia para salvar o mundo. Uma vez mais. 
Depois de terem encontrado a Pedra da Gula, a chef de pastelaria e o mais sexy caçador de recompensas do oculto de Boston continuam à procura das restantes seis pedras Saligia que, segundo as lendas, detêm o poder de cada um dos sete pecados mortais. 
Quando Gilbert Reedy, professor da Universidade de Harvard, é misteriosamente assassinado e atirado da varanda do 4.º andar da sua casa, pistas ligam o homicídio a Wulf Grimoire, uma figura do lado negro com quem Lizzy e Diesel já se haviam cruzado. Wulf está determinado em reunir as sete pedras para, com o seu poder, dominar o mundo, e desconfia-se precisamente que Reedy foi morto às suas ordens por estar a investigar a Pedra da Luxúria. 
Seguindo as pistas que constam de um críptico livro de sonetos do séc. XIX, Lizzy e Diesel partem à descoberta da Pedra, que se pensa estar investida do poder da luxúria, deixando atrás de si um rasto de sepulturas profanadas, distúrbios da ordem pública e o caos generalizado. 
Uma caça ao tesouro divertida, cheia de ação e de leitura imparável, ao estilo inconfundível e original de Janet Evanovich. 
Vol. 2 da série Lizzy & Diesel.



Apesar da fantástica, apelativa e tentadora capa do livro,  convém frisar que este não é um livro policial. Este é um livro leve do género fantástico, em que nos vemos envolvidos em muitas trapalhadas e nos faz rir ás gargalhadas.

Já tinha gostado muito do 1º livro desta saga, e devo confessar que é a minha saga preferida da autora, este segundo livro veio mesmo reforçar essa ideia (se quiserem espreitar a opinião sobre o primeiro livro basta clicarem aqui).

Não obstante ser recomendável a leitura primeiro do "Gula Perversa", de forma a conhecer melhor a história de Lizzie, Wulf e Diesel e a origem do macaco de estimação de Diesel, este livro lê-se bem por si só. A autora consegue caracterizar e complementar as características das personagens e  sua leitura é fluída e bem humorada.

Em "Corrida Perversa", Lizzie, [uma pasteleira que viu a sua vida sair dos eixos com a chegada de Diesel e Wulf, dois atraentes primos que tentam descobrir as 7 pedras SALIGIA (cada uma com o poder de cada um dos 7 pecados mortais) mas em lados opostos, Diesel para o uso do bem e Wulf para o uso do mal,] vai ajudar Diesel a recuperar a pedra da luxúria.
Por mais normalidade que Lizzie queira na sua vida, o facto de reconhecer poder em objectos e estar a ajudar Diesel, vai levá-la novos e perigosos desafios, com muitas situações caricatas e novos opositores loucos.

Recomendo esta leitura a quem gosta de ler, a quem gosta de estar de bem com a vida e a quem queira uma leitura agradável e bem disposta. Confesso que adorei!

Sem comentários:

Enviar um comentário