Crónicas de uma Leitora: O Golpe de Janet Evanovich, [Opinião]

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

O Golpe de Janet Evanovich, [Opinião]




Para mais informações clique AQUI



Sinopse:

Ela é uma detetive implacável. Ele é um vigarista procurado.

Juntos são a arma secreta do FBI para investigar o golpe perfeito.

Kate O’Hare é uma das melhores agentes do FBI. Nick Fox é um vigarista genial, presente na lista dos Dez Mais Procurados do FBI. Ela raramente falhou um caso — a exceção é Nick, que sempre escapou à sua vigilância enquanto aplicava inacreditáveis golpes de alto risco a milionários. Eles sentem-se atraídos um pelo outro: ela é teimosa e exigente, ele é charmoso e imaginativo.

Juntos, e com uma equipa de vigaristas amadores reunida por Nick, vão montar um golpe genial para capturar um investidor corrupto que fugiu com 500 milhões de dólares e que se esconde numa das 17 mil ilhas da Indonésia. Entre uma forte atração mútua, problemas de liderança e choques de personalidade, será que esta dupla improvável irá ser bem-sucedida?




Janet Evanovich já me conquistou com a série anterior da Stephanie Plum, o que eu não esperava é que ela me conquistasse a dobrar, com a presente série. Apesar de esta não ser tão hilariante como a anterior, provavelmente foi a maior dose de seriedade que me conquistou por completo. Como a sinopse refere, as personagens centrais são Kate O’Hare, uma agente do FBI e Nick, um larápio dos mais procurados, com uma inteligência incrível para cometer as maiores fraudes. Kate persegue Nick há anos e, quando finalmente o captura fica contente consigo mesma, embora um pouco nostálgica por dar um término a uma das perseguições que mais gostou de trabalhar. No entanto Nick acaba por o ver desaparecer por entre os dedos dos colegas de Kate e esta por iniciativa própria e contrariando ordens diretas, inicia uma nova perseguição a Nick. O que ela não contava era que «o feitiço se virasse contra o feiticeiro » e, acabar por ser-lhe transmitido, que juntos formarão uma equipa de forma a capturar um dos mais temíveis senhores do crime!

A atração entre ambos transparece pelo livro fora, as páginas do livro, no entanto a autora consegue deixar o leitor em suspense, quem sabe, até ao próximo livro. Não contem com romances relâmpagos, cenas escaldantes, no entanto encontramos ambos em ponto de rebuçado… se é que me entendem.

Janet Evanovich consegue aliar dois géneros que raramente andam de mãos dadas; o policial e o humor, conseguindo apresentar-nos mais uma vez, uma série de personagens completamente inesperadas e que tornam a leitura do presente livro numa colorida paleta de cores. Os capítulos sucedem-se uns atrás de outros, a leitura é fácil, viciante e bastante colorida. Mais uma excelente série a seguir, um ótimo livro para se ler a uma sexta-feira, depois de uma semana atribulada de muito trabalho uma vez que, certamente, proporcionará ao leitor momentos bastante relaxantes!


Sem comentários:

Enviar um comentário