Crónicas de uma Leitora: "Crime de Luxo" de Ngaio Marsh (opinião)

domingo, 15 de dezembro de 2013

"Crime de Luxo" de Ngaio Marsh (opinião)




Para mais informações carregar aqui

Sinopse:
As jovens debutantes suspiram, ansiosas. As mães casamenteiras planeiam minuciosamente cada lanche, baile e jantar. Em Londres, uma nova temporada está prestes a começar. Mas por detrás de tão enérgica atividade, a alta sociedade está a ser vítima de um crime tão abjeto quanto silencioso. Alguém está a chantagear as mais notáveis famílias da cidade... E essa pessoa também planeia cuidadosamente todos os seus passos.O inspetor-chefe Roderick Alleyn, ele próprio um aristocrata, move-se suficientemente bem naquele meio para perceber que algo de estranho se passa. Encontrou, até, o aliado perfeito. O seu amigo Lorde Robert Gospell aceitou misturar prazer e dever num dos bailes mais aguardados do ano. E para mal dos seus pecados, o bom lorde descobriu o culpado...



O 3º livro do crime á hora do chá traz-nos mais um belo policial do tempo em que provas forenses e científicas ainda não existiam. Neste contexto, posso dizer que Ngaio Marsh me surpreendeu pela positiva, com esta história de chantagens, crime e amor.

Transportando-nos para o inicio do século XX, onde as familias na época de Verão, em que a classe alta apresentava as suas debutantes á sociedade na esperança de arranjarem pretendentes, Roderick Alleyn tem um caso de chantagem em mãos, solicita ajuda a Lorde Rober Gospell, para conseguirem junto da aristocracia desvendar o mistério envolvente, Mas quando Lorge Gospell é assassinado, pelo que já tinha descoberto, cabe ao inspector Alleyn descobrir quem matou o seu amigo e o que ele sabia.

Apesar de ser 8º livrode uma série do Inspector Alleyn, lê-se muito bem sem os demais. A escrita envolvente do autor, as personagens misteriosas, as pistas soltas, os segredos da alta sociedade, encontram-se bem explorados pelo autor, bem como a autenticidade das personagens, o seu envolvimento e o seu carácter.


Gostei muito livro, um policial leve que me surpreendeu nas últimas páginas, ao estilo da rainha do crime Agatha Christie. Recomendo a quem gosta de policiais de época e a quem aprecia um bom livro.

1 comentário: