Crónicas de uma Leitora: Não olhes para trás de S.B Hayes [Opinião]

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Não olhes para trás de S.B Hayes [Opinião]


Sinopse:

Durante toda a sua vida, Sinead foi atormentada por Patrick, o seu irmão manipulador. Agora ele desapareceu; no entanto, não parou de a perturbar. Quando a sua mãe autoritária a obriga a ir à procura do irmão, Sinead encontra uma série de pistas sinistras que sabe terem-lhe sido deixadas por Patrick. Essas pistas levam-na a Benedict House, um lugar onde o tempo parou e onde nada é o que parece. É aí que conhece James, que também procura respostas para o seu passado atribulado. Juntos, James e Sinead irão descobrir verdades aterradoras, que irão pô-los à prova até ao limite. Porque Benedict House não pertence aos que estão vivos, e Patrick não olhará a meios para os derrotar…




Sem opinião formada, lancei-me de cabeça na leitura deste livro, que pela sinopse me chamou logo a atenção.

Sinead, uma adolescente de 16 anos, sempre viveu "aterrorizada, pelo irmão, 3 anos mais velho, Patrick. Desde sempre que a mãe a obrigou a protege-lo por ele ser problemático e se estar a meter constantemente em sarilhos. Filho favorito da mãe, foi desculpado por tudo e por todos. No entanto é manipulador ao ponto de obrigara Sinead a prometer-lhe que o iria procurar sempre e que estaria sempre ao lado dele. Uma brincadeira que começaram em crianças e que agora, 15 dias após o desaparecimento de Patrick, parece ainda perdurar, quando Sinead encontra no apartamento dele a primeira pista que terá de seguir para o encontrar.

Junto com Harry, melhor amigo de Sinead, as primeiras buscas levam-nos a Benedict House. Uma mansão a cair de velha, mas que ainda tem 3 habitantes: James, a avó que está demente e a guardiã da casa Catherine.

Mas nada a prepara para o que a espera na casa, pois Catherine diz que a ajudará caso ela concorde em trabalhar lá durante 14 dias sem desistir. Lá conhece James, que volta a casa depois de 8 anos de ausência, também ele em busca de respostas. A paixão nasce entre eles, mas as coisas estranhas que se passam nos jardins da mansão, estátuas que mudam de sitio sozinhas ameaça aquilo que eles estão a tentar construir. Será que Sinead vai conseguir mesmo encontrar o irmão ou estará ele já perdido? Ou será que este é mais um jogo aterrador que a vai levar ao abismo?

Um história bonita, com suspense, um pouco de "terror", tinha tudo para me conquistar. O que conseguiu até chegar às últimas páginas e a história ter dado a volta que deu. Acredito que, no fundo, seria o fim previsível para o tipo de narrativa que é, mas eu não o esperava, o que me deixou um pouco desiludida.
No entanto, para quem gosta de livros de suspense com um com fantástico, é um livro que aconselho.

Sem comentários:

Enviar um comentário