Crónicas de uma Leitora: Sangue Final, de Charlaine Harris [Opinião]

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Sangue Final, de Charlaine Harris [Opinião]


Para saber mais clique aqui
 

Sinopse:
Há segredos na cidade de Bon Temps, segredos que ameaçam aqueles que estão mais próximos de Sookie — e que poderão despedaçar-lhe o coração... Sookie Stackhouse não pensa duas vezes antes de recusar o pedido da sua antiga colega Arlene quando esta pede que lhe devolva o seu lugar no Merlotte's. Afinal, Arlene tentou matá-la. O seu relacionamento com Eric Northman, porém, não é tão claro. Juntamente com os seus vampiros, ele mantém a distância... e um silêncio gélido. E, quando Sookie descobre porquê, sente-se devastada. É então que um homicídio chocante abala Bon Temps e Sookie é presa por esse crime. Mas as provas são débeis e sai sob fiança. Quando começa a investigar o homicídio, descobre que o que passa por verdade em Bon Temps é apenas uma mentira conveniente. O que passa por justiça é mais sangue derramado. E o que passa por amor nunca será suficiente...




Sou fã da saga desde o 1º volume, ao longo dos 13 livros, houve alguns que gostei mais outros que gostei menos, mas a autora conseguiu quase sempre supreender.
A Saga de Sangue Fresco vai muito para além dos vampiros, com todas as personagens do mundo fantástico e não só que povoam as suas histórias, dei sempre comigo deliciada na sua leitura.

Sookie  Stackhouse cresceu muto ao longo destes anos, deixou de ser a loira cara bonita de Bon Temps com problemas (leitura de mentes), para se tornar numa mulher conhecedora do mundo que é capaz de lutar por si e por aqueles que ama usando a sua capacidade mental para fazer o bem, ou pelo menos tentando fazer o seu melhor.

Neste último livro, a autora dá a reviravolta final, e aquilo que muitos fãs queriam aconteceu, mas não de uma forma directa e imediata, de uma forma súbtil, quase como tivese a convencer-nos que era o único caminho  possível desde o inicio.
A autora conseguiu reunir os aliados mais importantes de Sookie bem como os seus piores inimigos e fazer uma última aventura surpreendente, emocionante e que nos prende nas palavras.

Este livro fez-me recuar no tempo, em que a magia dos livros se apoderava de mim e eu lia do principio ao fim, sem pausas, sem interrupções e o passado tornou-se presente, e quando o pousei... O seu poder envolveu-me deixando aquele travo amargo de quando nos despedimos de alguém que gostamos muito, sabendo que não o vamos voltar a ver, mas sabendo que fará sempre parte das nossas vidas.

A quem não conhece a saga, recomendo a leitura dos anteriores volumes para uma maior compreesão deste livro, mas é um livro que se pode ler, independentemente dos outros, uma vez que a autora contextualiza cada pessoa e atitude.

Adorei o livro, a saga, a autora.

Sem comentários:

Enviar um comentário