Crónicas de uma Leitora: " A Verdade Nos Olhos", de Harlan Coben, Opinião

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

" A Verdade Nos Olhos", de Harlan Coben, Opinião


Para mais informações acerca deste livro, clique AQUI


Sinopse:

Myron Bolitar há mais de sete anos que não sabe nada de Terese Collins, desde a altura em que terminaram o seu intenso romance. Por isso, quando ela lhe liga de Paris num tom desesperado, Myron é completamente apanhado de surpresa. Suspeita da morte do ex-marido, Terese não tem ninguém a quem recorrer. Myron hesita, mas uma pista do caso arrasta-o para uma trama sinistra antes de poder voltar atrás. Com o seu característico charme e bom humor Myron terá de andar sempre um passo à frente de organizações como a Interpol e a Mossad antes que a sua própria vida e a de Terese se encontrem em risco. O novo livro de um dos maiores mestres do thriller contemporâneo continuará a cativar fãs com o seu ritmo frenético e enredo empolgante.





Harlan Coben ganhou uma categoria das mais importantes nas minhas estantes dedicadas a policiais. Os seus livros têm um ritmo alucinante, até mesmo á última página, já para não dizer, no caso deste puramente verdade, até à última frase! Ler um livro do autor poderá ser comparado ao programa de centrifugação de uma máquina de lavar roupa, ora viramos para a direita, ora viramos para a esquerda, quando pensamos que chegou ao fim, vem mais uma reviravolta!

No presente livro somos conduzidos à Cidade das Luzes, ao reencontro com uma antiga paixão de Myron. Esqueçam cenas calientes uma vez que somos confrontadas com o segredo de Terese, segredo esse que o próprio Myron desconhecia… Terese houvera tido uma filha que falecera num acidente de carro provocado pela própria Terese. Esta após o divórcio com o marido acabou por desaparecer durante 7 anos, regressando após um estranho telefone do ex-marido onde este lhe dá a entender que a filha de ambos poderia estar viva. Uma vez que Terese permaneceu em coma durante 2 semanas, acabou por não assistir ao funeral da própria filha, ficando a dúvida, como em qualquer mãe, a martirizar-lhe a alma. Terese pede a Myron para encontrar o seu ex-marido, uma vez que este nunca apareceu no encontro que o mesmo tinha marcado.

A investigação de Myron vai levá-lo muito além do inimaginável, desde Clínicas de Fertilidade a controvérsias geradas por temas como o aproveitamento de embriões no estudo das doenças degenerativas, bem como, o terrorismo. Esta última premissa pareceu-me ao longo do livro, bastante deslocada… parecia-me, uma vez que já a meio eu desconfiava qual seria a trama central, no entanto apesar de acertar, Harlan Coben ainda conseguiu surpreender com a explicação do terrorismo como parte fulcral no desenlace da trama!

Decididamente, este é um dos meus autores favoritos no que diz respeito a policiais, uma vez que escreve de forma magistral, conduzindo-nos para além dos limites de velocidade recomendáveis, provocando ansiedade no inicio da leitura de qualquer dos seus livros, bem como, promovendo insónias com a leitura dos últimos capítulos que acabarão por povoar nossos sonhos nas noites seguintes.

Sem comentários:

Enviar um comentário