Crónicas de uma Leitora: Pedra Pagã de Nora Roberts [Opinião]

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Pedra Pagã de Nora Roberts [Opinião]


Sinopse
A Pedra Pagã existe há centenas de anos, muito antes de três rapazes se terem reunido à sua volta e derramado sangue num pacto de irmãos, libertando inconscientemente uma força malévola desejosa de caos e destruição. Um desses rapazes, Gage Turner, foge do seu passado desde há muito tempo. Filho de um pai alcoólico abusivo, a sua infância na cidade de Hollow foi tudo menos fácil, e só a amizade com Fox e Caleb o salvaram.
Mas ao libertarem o mal sobre a sua terra natal, iniciando um ciclo de loucura e crime a cada sete anos, Gage sabe que terá que ajudar os seus amigos a salvar a cidade onde cresceu. Depois de uma vida inteira solitária, conseguirá ele criar laços emocionais com as três mulheres a quem está preso pelo destino, em especial Cybil? Uma história de amor em que só abrindo o coração se pode almejar derrotar as trevas.

Pedra Pagã é o terceiro volume da trilogia Signo dos Sete da autora Nora Roberts. Foi esta serie que me fez fã da autora e que me levou a procurar outros livros da sua autoria tendo aumentado a minha biblioteca pessoal.

Este livro conta a história de Gage e Cybill mas é também a finalização da luta contra o demónio que a cada 7 anos, durante 7 dias e a partir do dia 7 de Julho atormenta a cidade de Hawkins Hollow.

Sendo a conclusão da história vamos tendo durante a narrativa um resumo de toda a investigação já feita, todos os percalços ultrapassados e os ataques perpretados pelo demónio.

O ultimo casal, Gage e Cybill têm o dom de prever o futuro e juntos conseguem ter alguns vislumbres do que poderá acontecer e o que poderão ter de enfrentar. Colocando-se a questão: será a previsão imutável faça-se o que se fizer ou será um aviso para lhes mostrar qual caminho seguir em direcção à vitória? É o que eles terão de descobrir junto com os seus amigos e companheiros.

A personalidade deste casal tem algumas semelhanças, ambos têm relações conflituosas com a sua familia, são bastante independentes e sem qualquer desejo de se prenderem numa relação a longo prazo.

As personagens estão impecavelmente construídas, o seu passado e a maneira como afecta as suas decisões assim como a maneira que são influenciados pelos acontecimentos presentes mostra-nos a espectacularidade da escrita de Nora Roberts. Tal como vemos nos livros anteriores este também não se foca exclusivamente no romance que floresce entre Cybill e Gage mas dá-nos todos os outros ingredientes que nos prendem da primeira à última página. Adorei a componente sobrenatural, está muito bem explorada e parece que estamos sempre à espera de mais um ataque do "Grande Velhaco". A minha trilogia de estreia com esta autora não poderia ser melhor. Fiquei completamente rendida e sei que quem como eu aguardava ansiosamente este ultimo livro vai ficar bastante agradado. Esta é uma autora que não deixarei de seguir.

Sem comentários:

Enviar um comentário