Crónicas de uma Leitora: Deslumbrante de Madeline Hunter [Opinião]

terça-feira, 9 de julho de 2013

Deslumbrante de Madeline Hunter [Opinião]

Para mais informações sobre o livro Deslumbrante, clique aqui

Sinopse:
Numa época em que a reputação de uma mulher é o seu bem mais precioso, Audrianna desafia todas as convenções. Ela é uma jovem determinada, independente... e disposta a tudo para aniquilar o seu adversário, o altivo Lord Sebastian Sommerhayes. A uni-los está um homem: o pai de Audrianna, que morreu envolto nas malhas de uma conspiração. Para Audrianna, essa tragédia significou o fim da sua inocência. Para Sebastian, que liderou a investigação, foi apenas uma morte merecida. Audrianna jurou limpar o nome do pai, mas nunca esperou sentir um desejo tão avassalador pelo homem que o arrasou. A busca pela verdade vai levá-la demasiado longe numa sociedade que é implacável perante a ousadia feminina. Ao ver-se mergulhada num escândalo que pode ser-lhe fatal, Audrianna tem apenas uma inconcebível opção...   Deslumbrante é o primeiro volume da série As Flores Mais Raras. Mais uma apaixonante e sensual saga histórica pela mão da Rainha do Romance. 

Opinião por Vera Carregueira:

Deslumbrante é o primeiro livro da série As Flores Mais Raras de Madeline Hunter. Apesar de ter na minha estante alguns livros da autora ainda não tinha tido a oportunidade de ler nenhum por isso aproveitei a oportunidade e li este. É um livro bastante leve mas ainda assim interessante o suficiente para nos prender à história.

Audrianna é uma jovem em busca da verdade para salvar a honra do seu pai que se suicidou por ser acusado de um crime que originou a morte de vários soldados na guerra. Lord Sebastian Sommerhays é o homem que investiga as causas da fraude que levou a essas mortes. Os dois encontram-se em lados opostos de uma investigação mas nem por isso sentem menos atração um pelo outro. Um escândalo acaba por levar ao casamento onde a luta entre o orgulho e o desejo está patente quase até ao final.

Madeline Hunter usa uma linguagem simples, sem grandes floreados e somos rapidamente levados pela sua escrita sentido-nos transportados para os acontecimentos. Não é contudo a melhor autora neste género, senti a falta de mais detalhes, mais descrições principalmente nos momentos a dois, faltou também mais romantismo de maneira a sermos envolvidos pelos sentimentos do casal. Nota-se que o amor surgiu aos poucos mas falta algo na maneira como é, por fim, apresentado.O meu interesse incidia mais na investigação em curso do que nos acontecimentos entre Audrianna e Sebastian o que por si só é um bom indicativo da falta de romantismo que pensei encontrar. Esperava que o erotismo e o romance fossem mais explosivos, com maiores demonstrações de emoções.

Contudo continua a ser uma autora que pretendo seguir, a sua escrita é bastante leve e fluída o que faz com que seja boa para se ler nestes dias mais quentes onde nos apetece deitar indolentemente à sombra com uma bebida refrescante e uma piscina de fundo.

1 comentário:

  1. Já li 4 livros da autora mas não consigo sentir empatia pelos personagens... Acho que falta sempre qualquer coisa...

    ResponderEliminar