Crónicas de uma Leitora: A study in seduction de Nina Rowan [Opinião]

segunda-feira, 8 de julho de 2013

A study in seduction de Nina Rowan [Opinião]

Sinopse:

A Heart Divided 
Blessed with an uncanny gift for mathematics, the lovely Lydia Kellaway can solve the most complex puzzles. The one thing she can’t figure out? How to manage the most infuriating man she’s ever encountered. 
A Passion Multiplied 
Alexander Hall, Viscount Northwood, has purchased a one-of-a-kind locket from a pawnshop, unaware of the priceless sentiment it holds for Lydia. The gentlemanly thing to do would be to simply return it. But Lydia sparks a desire that has Alexander curious to see just how bold this brilliant beauty will be… 
A Love Unequaled 
What begins as a playful wager quickly escalates into a contest of the minds, a clash of the wills—and a battle of the sexes—as their fiery attraction grows. Even a genius like Lydia can’t account for the feelings Alexander arouses with his smile, or the fire he ignites with his touch. But when a dark family secret is suddenly thrown into the equation, it just might divide them forever.

Opinião por Raquel Leite:

Eu estava com altas expectativas em relação a este livro, no entanto fiquei um pouco desiludida em relação a ele. 
Isto porque começando pela história que não é nada de especial, mas que por vezes se tornava confusa, principalmente por esta começar a meio e ter muitas coisas a acontecer no mesmo tempo, não termos muito a noção do que ficou para trás. Por vezes a escritora salta de uma ideia para a outra, sem explicar concretamente a anterior, o que não ajudou muito na sua leitura.
Começando por Lydia, que não tem qualquer problema em se prostituir devido aos seus problemas, que no entanto é um génio em matemática e tenho que salientar que a parte das equações todas que ela fazia para mim não aumentaram o interesse na história, talvez fosse uma maneira de inovar, que achando eu foi mal conseguida. No entanto eu achei que foi uma personagem muito "chata" e por vezes imatura, sendo por vezes também um pouco mais a frente no seu tempo. Também não me convenceu  devido as suas escolhas e  problemas que não se ligam de maneira alguma a época em que a história supostamente vive.

Já Alexander, o herói do livro, foi uma personagem conquistadora. Filho mais velho, com o dever de casar e dar continuidade a sua família, dando um herdeiro. Obviamente que Alexander vai centrar a sua atenção na Lydia e não nas raparigas mais comuns, mais por ela ser inteligente e diferente de todas as raparigas que já conheceu. ele está sempre com ela, ajuda-a e defende-a sempre que é possível, embora as vezes ela não o mereça. 

No geral, a história não é má, confusa sim, mas não é má. Penso que a maneira de escrever e a maneira como a autora nos dá os pormenores ajudaram na sua leitura, embora como já disse por vezes se perca um pouco o fio á meada.




Sem comentários:

Enviar um comentário