Crónicas de uma Leitora: Segredos para um final feliz de Lucy Dillon [Opinião]

domingo, 23 de junho de 2013

Segredos para um final feliz de Lucy Dillon [Opinião]

Segredos Para Um Final Feliz



Sinopse:
Quando Michelle convida Anna para gerir e fazer renascer a moribunda livraria de Longhampton, é como se um sonho se tornasse realidade: para além de conquistar, finalmente, alguns momentos de paz longe das enteadas problemáticas e do dálmata hiperativo, Anna é uma sonhadora completamente apaixonada por livros.

Serão as histórias de amor, aventuras, jardins secretos, cães perdidos, bruxas malvadas e pêssegos gigantes a trazer nova vida à negligenciada loja. Anna e os seus clientes/leitores vão deixar-se levar pela magia. E nem a melhor amiga de Anna – a organizada e empreendedora Michelle, que diz categoricamente não acreditar no amor verdadeiro nem em príncipes encantados – ficará imune ao espirito love is in the air.

Mas quando alguns segredos da infância de Michelle voltam para a atormentar e o fracasso familiar paira sobre Anna, poderá a sabedoria das histórias de encantar ajudar as duas amigas – e aqueles que elas amam – a encontrar os seus próprios finais felizes?

Opinião por Mafi:
Em 2012, estreei-me com esta autora, numa leitura bastante fluída e doce - "Corações sem dono". Passado um ano, Lucy Dillon volta apresentar uma leitura acolhedora e agradável, perfeita para ler seja durante o calor do Verão ou os dias friorentos do Inverno. 

Confesso que tinha algumas expectativas. Como gosto de livros com animais e gostei bastante do livro anterior da autora, esperava um livro dramático mas recheados dos melhores ingredientes: romance, amizade e animais. Acertei em cheio. "Segredos para um final feliz" conta-nos a história de Anna e Michelle. Melhores amigas mas bem diferentes uma da outra. Michelle gere uma loja de sucesso de decoração de interiores e durante umas boas páginas é apenas isto que sabemos sobre esta personagem. Já Anna, amante de livros, sente-se na pele de madrasta má das suas três enteadas. Sonhadora, deseja construir uma família dela e poder ler os seus livros em paz, juntamente com Pongo, o dálmata da família

Apesar das personagens e das histórias de cada uma delas, ser uma grande atração no livro, o que eu gostei realmente foi o cenário onde a acção se desenrola. Se ao início o foco era apenas a loja de Michelle, a partir do momento em que entra no espaço, a livraria da Anna, o enredo torna-se muito melhor. Porque tudo é muito melhor com livros, e um livro sobre livros é quase perfeito. Adorei todas as referências aos livros que tantos nós conhecemos, como "Mulherzinhas" ou "Os 5" de Enid Blayton, entre outros. Alguns li, devorei. Outros estão à espera de ser lidos. Adorei estes pequenos toques e tenho a certeza absoluta que todos os livros e autores mencionados são da preferencia da autora. Isso fez com que o livro reflectisse um pouco da personalidade de Dillon, algo que gosto de sentir nos livros, o cunho pessoal dos autores. 

As personagens, apesar de serem bem construídas não posso dizer que não sejam cliché. Mesmo assim, a autora soube desenvolvê-las, dando-lhes alguma profundidade, tanto a Michelle, devido ao seu passado doloroso, como a Anna, que tenta ser a mãe/amiga/mulher perfeita. Gostei das linhas do enredo e admito que ao início pensei que as três enteadas fossem meninas mimadas e desprezíveis, mas surpreendi-me como a autora apresentou-as. Já Bill, que parecia ser um homem afectuouso, irritou-me com as suas atitudes de cobarde mas no final lá se redimiu pelos seus erros.

Quanto a Rory e Owen, deram alguma ligeireza à narrativa e não podia deixar de referir a aparição de Rachel, protagonista do segundo livro. Confesso que a minha única desilusão foi os cães não terem tido um papel mais interventivo. 

Lucy Dillon derrete qualquer coração com uma história cheia de ternura e segredos para uma vida mais feliz.


1 comentário: