Crónicas de uma Leitora: "A Peste Escarlate", de Jack London - Opinião

sexta-feira, 14 de junho de 2013

"A Peste Escarlate", de Jack London - Opinião


Sinopse 
A história decorre no século XXI e tem como protagonistas um velho professor universitário e três netos, todos eles reduzidos ao estado selvagem. São dos poucos sobreviventes de uma peste que dizimou a humanidade e aniquilou a civilização no ano 2013. Vítima das partidas dos netos, o avô conta aos três rapazes as aventuras que viveu para escapar à peste, através do mundo despovoado, de desertos e cidades mortas, procurando ao mesmo tempo incutir-lhes os valores do conhecimento e da sabedoria.

Opinião do Vasco

Brilhante. Trágico. Visionário.
Que Jack London viu (ou aceitou por parte de quem viu) coisas que muito pouca gente acreditava no início do século XIX, altura que escreveu 'A Peste Escarlate', ninguém duvida. Mas que o mundo que ele viu naquela altura poderia ser o de hoje, isso já é quase chocante.
Em 1912 o autor assumiu que em 2013 tudo seria de determinada forma. E acertou nos pontos em que arriscou. Depois acabou com esse mundo num ápice, devido a uma peste. A história narra acerca daquilo em que o planeta se transformou até ao final do século XXI.
'A Peste Escarlate' é tão genial quanto perturbador. As personagens, o ambiente, as descrições são tão actuais e reais que me levam a desejar saber tudo o que terá passado pela cabeça daquele homem.
Altamente recomendável, este livro deixou-me boquiaberto pela precisão e audácia com que Jack London ousou prever o futuro. É um dos melhores autores que tive o prazer de ler.

1 comentário:

  1. Perante esta crítica,palavrAS PARA QUÊ?
    Fiquei com vontade de conhecer este escritor.

    ResponderEliminar