Crónicas de uma Leitora: Um Segredo no seu Beijo, de Anna Randol [Opinião]

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Um Segredo no seu Beijo, de Anna Randol [Opinião]


Sinopse:

DE BOM GRADO ELA ABANDONARIA A SUA VIDA DE INTRIGA…

Uma rara beleza nasceu no coração exótico do Oriente misterioso na forma de uma mulher.

Mari Sinclair sabe que chegou o momento de pôr um fim na sua carreira como espia inglesa quando consegue evitar um encontro com a morte. Infelizmente, há os que pensam de outra forma e que não têm escrúpulos em usar a chantagem para manter Mari em missão.

Para garantir que ela completa e sobrevive a uma última missão, é destacado um guardião, o major Bennet Prestwood. Mas Mari está furiosa, pois, além de ter este homem à força na sua vida, ele é demasiado dedicado, inflexível, e muitíssimo atraente. Mas, face aos segredos negros e traições mortais, o verdadeiro perigo para Mari é aos poucos revelado e o leal Bennet percebe que, para salvar e conquistar esta mulher extraordinária, terá de fazer o impensável e quebrar as regras, que a paixão e o desejo de repente mudam irrevogavelmente.

Opinião de Claudia Lé:

Não me perguntem porquê, mas durante a primeira leitura da sinopse deste livro, recordei-me de outro que li há muitos anos (A Chave de Rebecca) onde uma das personagens era uma dançarina do ventre... talvez por ter gostado tanto desse livro iniciei este com elevada expetativas. De forma alguma este livro se compara ao anterior mas não lhe fica atrás na sua singularidade, temos finalmente uma protagonista feminina forte, bem caraterizada e que de certo, faz jus a muitas mulheres que trabalharam como espias, fossem por que motivos fossem, por amor ao seu país, pela honra, pelo desespero devido a constantes ameaças. A meu ver, são necessários e refrescantes, livros que elevem a protagonista feminina para o cerne de uma trama que não seja apenas o romance e Mari Sinclair durante mais de metade do livro, deixa bastante presente quais são as suas prioridades e ser apenas a donzela apaixonada não faz parte dos seus propósitos!

Adorei a escrita de Anna Randol, é bastante envolvente e sedutora, tal como o romance em si. Sinto pena que ela não se debruçado uma pouco mais em descrições da vida no Oriente, seja no que diz respeito à cultura como mesmo à própria cidade de Constantinopla. O Oriente acaba sempre por ser sedutor, tão diferente do «nosso velho continente Europeu», cheio de cores, odores, rituais que de certo nos seduzem... quem não gostaria de aprender a dança do ventre????

O romance entre Mari e Bennet é cheio de contradições, apesar de inicialmente Bennet ser destacado para garantir a sobrevivência de Mari, ao longo da trama interrogamos nos se ele não será apenas um mero peão e cabe a Mari protegê-lo contra os seus próprios inimigos. Esta dualidade constante no enredo faz-nos ver inimigos em todas as esquinas e mantendo o suspense no decorrer da leitura.

Esta é sem dúvida uma autora a seguir, meninas, para quem goste de romances de época podem contar com mais uma escritora a colocar nas nossas estantes! Boas leituras e, mais uma vez, comentem!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário