Crónicas de uma Leitora: A Maldição do Tigre de Colleen Houck [Opinião]

segunda-feira, 20 de maio de 2013

A Maldição do Tigre de Colleen Houck [Opinião]

Sinopse:
Quando Kelsey Hayes se candidata a um trabalho no circo para ocupar as férias de verão até ao início das aulas na faculdade, está longe de imaginar a aventura em que se verá envolvida. Encarregada de cuidar de Ren, um majestoso tigre branco, sente-se de imediato fascinada pelo animal e não hesita em aceitar o convite para o acompanhar numa viagem até à Índia, rumo à reserva natural a que pertence.
O que Kelsey ainda não sabe é que o tigre a que tanto se afeiçoou é na verdade Alagan Dhiren Rajaram - um príncipe indiano vítima de uma maldição secular - e que ela poderá ser a única pessoa capaz de o ajudar a quebrar o feitiço.
Determinada a devolver a Ren a sua humanidade, Kelsey embarcará numa perigosa aventura por lugares repletos de magia e misticismo. No entanto, as forças do Mal não parecem dispostas a dar-lhes tréguas e os perigos espreitam a cada esquina. Será que a paixão que vai crescendo entre os dois resistirá a todos os obstáculos que lhes vão sendo colocados no caminho?

Opiniao:

Para ser sincera as primeiras cem páginas fizeram com que eu quase desistisse do livro, isto porque inicialmente conhecemos Keslsey que consegue um emprego num circo, onde a sua função é alimentar um tigre branco, o principal numero do circo. Este Tigre que a partida já sabemos que não será o que parece ser e Keslsey também o sabe, embora não perceba bem o porquê.
Sr. Kadam, acaba por comprar o tigre e “pedir” para levar também Keslsey, para o acompanhar até a India para garantir que o Tigre seja alimentado como deve de ser.
Felizmente não parei, embora tenha uma série de questões que tiram o lado mais realista a história. Como era de prever o tigre Branco é na verdade um humano que foi muito importante na Índia
O que me fez gostar mesmo da história foram as personagens, porque houve uma certa evolução neles, principalmente de Kelsey, até mesmo quando esta “pára” e pensa no que poderá afectar se ela tiver certas atitudes em vez de se atirar de cabeça e fazer o que quer. O que a meu ver foi excelente pois eu tinha Kelsey em má conta, não era de todo uma personagem que gostasse.

Típico YA, mas acho que com uma heroína melhor desenvolvida,“A Maldição do Tigre” é o primeiro volume de uma saga intitula com o mesmo nome. Colleen Houck tem uma escrita muito fluída e capaz de prender, nem que seja a meio do livro, e com uma história que nos desperta a uma curiosidade.
Como disse, felizmente não parei de o ler, embora continue a achar que tem muitas falhas, mas anulando isso eu adorei o livro e espero ansiosamente pelo próximo.

1 comentário:

  1. Tenho por ler, mas vou adiando porque me parece que de cada vez que leio a sinopse, o livro se torna menos interessante... :(

    ResponderEliminar