Crónicas de uma Leitora: [Opinião] WinterBlaze de Kristen Callihan

segunda-feira, 25 de março de 2013

[Opinião] WinterBlaze de Kristen Callihan

WinterBlaze
 Autor:  Kristen Callihan
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 400
Sinopse:
Uma ves alegremente no amor....
Poppy Lane and a guardar segredos. O seu dom poderoso valeu-lhe ser membro da Sociedade para a Supressão de Supernaturais, mas ela tem que manter tanto a capacidade dela e sua aliança com a sociedade do seu marido, Winston. No entanto, quando Winston é brutalmente atacado por um lobisomem, Os segredos de Poppy são revelados, deixando a confiança de Winston quebrada tanto como o seu corpo. Agora Poppy vai fazer qualquer coisa para ganhar de volta as suas afeições. . .
O seu relacionamento é agora posto à prova final.

Opinião:
Winterblaze é o terceiro livro de uma série que Adoro! Adoro! Adoro! Chamada de Darkest Londres. Situada numa Londres do século XIX, com um ambiente muito gótico e sombrio.
Apesar de ser o terceiro eu penso que os livros se podem ler individualmente. A série conta a história, especialmente amorosas, de três irmãs. Nos livros anteriores falavam de Miranda e Daisy, e neste fala-nos da Poppy que é a mais velha das três.
Poppy e o seu marido, Winston, aparecem também nos anteriores mas as suas presenças não são muito marcantes e eu terei de ser muito sincera quando digo que não morria de amores por eles. Especialmente por Poppy que era muito “fria” e por vezes cruel com as irmãs chegando a vê-la como a irmã mais velha que está presente apenas para estragar os planos das mais novas. Por isso não estava a espera de um livro excelente em que Poppy fosse uma “kick-ass” como as irmãs.
E sabem que mais?! Eu estava completamente errada!

Depois de sobreviver a um ataque sobrenatural, Winston está a recuperar em casa do lobisomem Ian. Tanto Ian como Archer tem-lhe ensinado como “lutar”, como defender-se e mais importante como cuidar da sua saúde. Isto porque Poppy, anda envolvida numa sociedade da policia que “apanha” bandidos da actividade paranormal.

Após um casamento de 14 anos, Poppy e Winston separam-se devido a muitas mentiras que são descobertas. Winston fazia ideia que existiam seres paranormais só ficando a saber depois de ter sido atacado por um. O que não o agrada nem um bocadinho é saber que a sua mulher está envolvido neste mundo e que ele não desconfiava sequer.
Callihan fez um excelente jogo de personagens neste livro. Para além de conhecermos melhor Poppy, e sabermos que ela nos vai surpreender e muito, arranja uma maneira de manter e de elevar a história a que nos deixou habituados. A tensão sexual está lá sempre presente entre as personagens principais e o facto de que estas duas já serem casadas e depois se separarem por algo sobrenatural e aos poucos tentarem juntarem-se é excelente, até porque aqui a pessoa frágil é Winston por ele ser “normal”.
Adorei todas aquelas passagens do presente para o passado deles, a sua história de amor antes de tudo ter acontecido e as barreiras que os impedem de estar juntos no presente. Basicamente conta-nos como se conhecem, o seu namoro, o casamento e tudo junto foi simplesmente perfeito e até romântico.

As capas, que são lindas, dão realmente um deslumbre dos dons das irmãs, Poppy tem uma habilidade elementar de controlar e criar o gelo,por isso não seria de esperar que o encontro deles os dois depois de se manterem longe durante meses fosse gelada (e quente ao mesmo tempo).
Uma série a não perder que eu espero sinceramente que um dia seja publicado em Portugal.

Os livros anteriores da série :


Sem comentários:

Enviar um comentário