Crónicas de uma Leitora: "As Histórias de Terror do Navio Negro", de Chris Pristley - Opinião

sexta-feira, 29 de março de 2013

"As Histórias de Terror do Navio Negro", de Chris Pristley - Opinião


 
de Chris Priestley
Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 192
Editor: Arte Plural Edições

Sinopse
Na Velha Estalagem, sobre um mar tempestuoso, Ethan e Cathy esperam a chegada do pai. Entretanto, um marinheiro aparece em busca de abrigo, e assim começa uma longa noite de histórias aterradoras… Há algo neste homem que inquieta Ethan e Cath, mas não sabem o quê.
É então que o amanhecer abre os olhos das crianças para uma realidade ainda mais chocante, mais angustiante do que o que as histórias que ouviram na noite anterior.
Um livro assustador… Terás coragem para o ler?
 
Opinião
Obscuro. Envolvente. Viciante.
Este é um livro que pode ser interpretado como sendo de terror. No entanto não penso que seja tanto assim, pelo menos para a maioria dos leitores, embora o possa ser para as personagens que a escutam, um rapaz e uma rapariga de tenra idade e ávidos por contos negros que envolvam o mar, navios e marinheiros.
Todo o ambiente da narrativa é extraordinário, assim como as pequenas histórias contadas por outra personagem que surge no meio de uma tempestade e que acaba por ser tão estranha quanto aquilo que tem para contar. É como se nós mesmos estivéssemos com uma vela acesa no interior de uma casa assombrada a escutar uma voz lúgubre.
Portanto, no seio de uma história que espicaça a curiosidade desde a primeira página, vão aparencendo contos soltos, todos eles interessantes e dinâmicos, até à conclusão final que me deixou saciado e extremamente satisfeito por ter pegado  neste exemplar.
É de referir a capa extradornária assim como as ilustrações, que não são excessivas e vão surgindo ao longo do livro.
Trata-se, a meu ver, de uma excelente leitura que acaba por ser rápida e relaxante.

Sem comentários:

Enviar um comentário