Crónicas de uma Leitora: A Vidente de Lars Kepler - Opinião

quarta-feira, 13 de março de 2013

A Vidente de Lars Kepler - Opinião


A Vidente
de Lars Kepler
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 536
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04417-4
Idioma: Português


Sinopse:

«Por todo o mundo, sempre que a Polícia se depara com casos particularmente difíceis, recorre a médiuns e espíritas. No entanto, em nenhum documento figura a colaboração de um médium para a resolução de um crime.»

Flora Hansen diz-se espírita e garante ser capaz de falar com os mortos. Certo dia, ouve na rádio uma notícia sobre o caso de uma jovem assassinada num centro de acolhimento de menores e, na tentativa de ganhar um dinheiro extra, decide telefonar para a Polícia dizendo que o espírito da morta entrou em contacto com ela. No entanto, os resultados da investigação técnica atribuem a autoria do crime a outra das internas, uma jovem sensivelmente da mesma idade, que desde então está a monte.

O comissário da Polícia Joona Linna resiste à versão oficial e inicia uma investigação por sua própria conta. Mas cada nova resposta parece apenas conduzir a um novo enigma e a mais um beco sem saída.

E ninguém se dispõe a ouvir a vidente, embora ela fale com os mortos.

Opinião:

Iniciei este livro domingo de manhã e terminei domingo às 6h da tarde… deverá querer dizer alguma coisa, certo? Este é um autor que sigo de forma «religiosa», O Hipnotista foi uma surpresa, O Executor fez-me manter o autor no meu Top de Preferências Negras mas A Vidente deixou-me presa desde o 1º ao último parágrafo! O ambiente do livro é negro, um pouco tenebroso género filmes de terror da década 80, casas escuras, barulhos arrepiantes, crianças tenebrosas… de nos deixar em pele de galinha, pelo meio encontramos um inspetor que só pode ser observador, vítima de um processo interno, uma médium que de médium tem pouco ou… não, vítima de violência doméstica… não da parte do marido ou companheiro mas do casal geriátrico dos patrões. Mais à frente uma jet7 conhecida das revistas cor de rosa, com uma crise de consciência por ter abandonado uma menina de 6 anos quando era família de acolhimento desta… e porquê????? Por causa do imprestável marido que no final, acabou por a deixar!!!! Uma mãe que abandona o carro para verter águas e no qual deixa o filho de 4 anos, acabando o carro e o filho por serem levados…


Temos um conjunto de personagens bastante bem estruturados, com o seu lado negro que os torna ainda mais humanos. As várias tramas fazem-nos roer as unhas até ao sabugo, dividimo-nos entre as angústias presentes, somos contemplados com a possível tráfico de crianças, um livro pesado mas escrito de forma magistral! No que diz respeito à escrita, apesar de o tema ser pesado, achei-a bem mais fluida neste livro, reconheço que os escritores nórdicos têm uma escrita sui generis mas na qual já me encontro à vontade.


Aconselho aos que se encontram na dúvida a: COMPRAR JÁ E LER IMEDIATAMENTE!!!!!

1 comentário:

  1. Ola, estou a procura deste livro e não encontro para comprar.

    Pode me ajudar??

    Onde vende?

    Meu contato: adriana_sccp@live.com

    Obrigada!

    ResponderEliminar