Crónicas de uma Leitora: Um Beijo Inesquecível de Teresa Medeiros - Opinião

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Um Beijo Inesquecível de Teresa Medeiros - Opinião

 



Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 336
ISBN: 9789897260414
Sinopse
Laura Farleigh precisava de um marido. Se quisesse manter um teto sobre a cabeça dos irmãos, a orgulhosa filha do reitor teria de casar até ao dia do seu vigésimo primeiro aniversário. Ao encontrar inconsciente na floresta um misterioso desconhecido de rosto angelical e corpo de Adónis, que não se lembrava do nome e do passado, decide reclamá-lo como seu. Mal sabia ela que aquele anjo caído era afinal um demónio disfarçado.

Sterling Harlow, o famoso devasso conhecido como o «Demónio de Devonbrooke», acorda com o beijo encantador de uma formosa jovem que lhe confessa ser ele o seu prometido. Com as faces beijadas pelo sol e sardentas, Laura é uma jovem inocente apesar do encanto feminino das suas curvas. Quando lhe garante ser ele um perfeito cavalheiro, Sterling pergunta a si próprio se, para além da memória, terá perdido o juízo. Juraria não ser homem para se satisfazer apenas com beijos — principalmente os da doce e sensual Laura.

Tentando descobrir a verdade antes da noite de núpcias, um beijo inesquecível ateia a paixão que nenhum deles alguma vez esquecerá.
Opinião:
Os meus romances preferidos, à parte do paranormal que está num patamar bem mais acima, são os históricos. Adoro! Quando tive a oportunidade de ler este livro não resisti a tê-lo parado na prateleira e li-o num instante! Teresa Medeiros adopta uma escrita rápida, leve e divertida que envolve o leitor da primeira à última página. 
Quanto ao enredo, ao contrário daquelas pobres donzelas em apuros Laura é uma mulher forte e decidida e decide casar pois só assim conseguirá herdar a casa onde cresceu e que tanto ama. Todas as personagens que a rodeiam são deliciosas principalmente Lottie a irmã mais nova que é uma verdadeira pestinha que faz de tudo para proteger Laura.
O problema de Laura é encontrar o principe dos seus sonhos e casar com ele em três semanas que é o tempo limite para conseguir ficar com a casa antes que a mesma vá parar às mãos de Sterling, um homem que é para ela odioso.
Sterling tem de facto mau feitio, quando criança o pai entregou-o a um tio, Duque de Devonbrooke para o criar como seu herdeiro uma vez que não conseguiu ter um filho homem. Em troca o pai da criança recebeu uma quantia de dinheiro necessária para comprar a propriedade onde vive. Sentindo-se vendido e mal amado nunca mais olha para trás aceitando o destino. Sabendo da morte da sua mãe parte para a propriedade para a reclamar contudo só era esperado um mês depois por isso quando cai, bate com a cabeça e fica desmemoriado, Laura nem sequer imagina quem ele é quando o encontra no bosque.
A partir daqui sucedem-se as mais hilariantes situações, Sterling a tentar lembrar-se de quem é, Laura a tentar incutir-lhe memórias falsas de um noivado de anos, enfim as peripécias são mais que muitas e Lottie é quem protagoniza as mais engraçadas ao imaginar e tentar matar o homem que a irmã decidiu meter lá em casa a fingir ser seu noivo.
O romance entre o casal acaba por acontecer naturalmente e os capitulos finais são sem dúvidas os mais torturantes e apaixonados depois do protagonista recuperar a memória. Não podia faltar a componente sensual que está extremamente bem explorada e mais uma vez mostra que apesar de virgem Laura não é nenhuma tola.
Apaixonante, electrizante, delicioso, um romance que recomendo às meninas dadas ao estilo pois não se irão arrepender.

1 comentário: