Crónicas de uma Leitora: [Opinião] Anoitecer de Karen Marie Moning

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

[Opinião] Anoitecer de Karen Marie Moning

Anoitecer
Edição/reimpressão: 2009 (reimpressão 2013)
Páginas: 260
Editor: Contraponto

Sinopse:
«O meu nome é MacKayla, Mac, para simplificar. Sou vidente de Sidhe, uma das que vê os Fae, um facto que aceitei apenas há pouco tempo e com grande relutância. A minha filosofia é muito simples - seja que dia for em que ninguém tente matar-me é um dia bom, na minha maneira de ver. Não tenho tido muitos dias bons, ultimamente, desde que as paredes entre o Homem e os Fae se desmoronaram. Mas na verdade, não existe um único vidente de Sidhe vivo que tenha tido um dia bom desde então.» Antes de ser assassinada, a irmã de MacKayla deixou uma única pista sobre a sua morte - uma mensagem enigmática no telemóvel de Mac. Numa viagem à Irlanda em busca de respostas, Mac vê-se subitamente perante um enorme desafio: conseguir manter-se viva até conseguir dominar um poder que não fazia ideia possuir, um dom que lhe permite ver para lá do mundo do Homem, para o perigoso reino dos Fae... Enquanto Mac mergulha cada vez mais fundo na tentativa de solucionar a misteriosa morte da irmã, todos os seus movimentos são seguidos pelo sombrio Jericho...e o implacável V'lane - um Fae-alfa que transforma o sexo num vício para as mulheres humanas - aproxima-se dela. À medida que as fronteiras entre os dois mundos começam a desmoronar-se, a verdadeira missão de Mac torna-se clara:encontrar o poderoso Livro Negro Sinsar Dubh antes que mais alguém o reclame, pois quem conseguir chegar até ele primeiro terá nas mãos o controlo completo sobre ambos os mundos...

Opinião:
MacKayla é uma rapariga com vinte dois anos, estudante a trabalhar num bar em part-time, vive com os pais na Geórgia, onde passa umas semanas sozinha em casa devido à ausência destes em férias, e a sua irmã Alina está ausente. Os primeiros dias parecem ser excelentes, embora às noites ela se sinta sozinha e com saudades dos pais, Mac parece gostar de ter a casa só para ela. Até ao dia que recebe um telefonema que pensa ser dos pais, mas é da policia para lhe dar uma noticia. A sua irmã foi encontrada morta num beco em Dublin, na Irlanda.
Mac não consegue acreditar no que lhe acontece, aceita o facto de a sua irmã estar morta, mas não aceita o facto da policia de Dublin arquivar o caso por falta de provas e testemunhas.
Após recuperar o seu telemóvel que até então estava estragado devido a uma queda na piscina, e ouvir as suas mensagens de voz, uma em que Alina lhe diz que corre perigo e que ela não é quem pensa deixando tudo muito em aberto e enigmático, faz com que Mac decida ir para Dublin ajudar a por a investigação num bom caminho. Aí Mac vê-se a si própria num mundo dos Faery a que ela propria está ligada.

Antes de mais adorei o livro num todo, o facto de ser narrado na primeira pessoa transmite uma certa leveza nos seus pensamentos e nas suas atitudes, por ser ela mesma que nos conta, até porque apesar de tudo Mac não é muito traumatizada
Karen Marie Moning cria aqui ambientes agradáveis num mundo tradicionalmente irlandês, com contos de fadas, que penso serem próprios dela.

Este livro faz parte de uma série de cinco livros, sendo este o primeiro, por isso o final fica muito em aberto e o confronto que desejamos saber, não está aqui, infelizmente. Ao contrário da sua série Highlander, neste livro não temos muito o romance, embora haja aquelas partes mais sexy's e quentes.

As personagens são muito bem construídas e os ambientes são fantásticos, ainda por cima na Irlanda, super divertido e interessante. Vai ser de certeza uma série a seguir.

Sem comentários:

Enviar um comentário